Políticos se unem contra decisão do STF; Contas do FGTS aparecem zeradas.

Prestes à nova lista de pedidos de abertura de inquérito contra políticos pela Procuradoria Geral da República, como consequência das delações da Odebrecht, parlamentares acusam o Supremo Tribunal Federal (STF) de “criminalizar” as doações legais.

Trata-se de uma reação à decisão que tornou réu o senador Valdir Raupp (PMDB-RO) e na qual a corte aceitou a hipótese de propina como doação legal. O caso foi comemorado pela Lava Jato, como informou o blog.

A resistência de parte da classe política é a manchete do Estado de S.Paulo é: “Decisão do STF eleva tensão às vésperas de lista de Janot”. E do Valor Econômico: “Parlamentares reagem à punição por doação legal”.

O Globo destaca que “falha faz contas inativas do FGTS aparecerem zeradas”. Segundo o jornal, a Caixa inicia migração para saque, mas as informações iniciais têm confundido os cotista, muitas vezes com saldos incorretos.

A Folha de S.Paulo sublinha no título principal entrevista com o novo ministro da Justiça, Osmar Serraglio. “Sem prova não se pode cassar Temer, diz novo ministro”.

Serraglio afirma que o presidente Michel Temer só pode ter o mandato cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) se houver prova objetiva de que ele sabia do recebimento de “dinheiro indevido”.

Fonte: Blog do Matheus Leitão

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com