Ministro da Justiça mantém Força Nacional por mais 90 dias no MA

O ministro da Justiça  José Eduardo Cardozo prorrogou por mais 90 dias o período de permanência das tropas da Força Nacional de Segurança Pública (FNSP) no sistema prisional de São Luís, aumentando para um ano e três meses o tempo de estada dos agentes federais no Complexo Penitenciário de Pedrinhas. A medida foi aprovada por meio da portaria n.º 2.323 publicada no Diário Oficial da União (DOU) de 31 de dezembro de 2014, disponibilizado nesta sexta-feira (2) (veja aqui).

A portaria prorroga o prazo de atuação da FNSP a contar da última quarta-feira, data de publicação do documento no DOU. Segundo o texto assinado pelo ministro, o objetivo é manter a “atuação em ações de manutenção da ordem em estabelecimentos prisionais na região metropolitana de São Luís”.

O documento também prevê apoio logístico e supervisão dos órgãos de segurança pública do governo maranhense no que diz respeito à cooperação entre as partes e permissão de acesso aos sistemas de informações.

O pedido de prorrogação havia sido feito pelo ex-governador Arnaldo Melo (PMDB) no dia 17 de dezembro de 2014. O reforço na segurança foi solicitado pela primeira vez em outubro do ano passado, pela ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), após uma briga entre facções criminosas rivais que deixou nove mortos e 20 feridos no Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Desde então, a permanência das tropas vem sendo renovada a cada 90 dias.

Nas ruas
Em setembro de 2014, o Ministério da Justiça aprovou novo envio de tropas federais, desta vez, para reforçar a segurança pública na Região Metropolitana de São Luís. O pedido do governo estadual foi atendido depois que 17 veículos, incluindo ônibus, microônibus, viaturas da polícia e carros particulares, foram incendiados em apenas um fim de semana.

No documento, o Ministério da Justiça afirma que a aprovação se deu por causa dos “momentos de tensão e terror em face de atos de violência e vandalismo praticados por facções criminosas”.

Na época, o reforço foi autorizado pelo período de 30 dias com o objetivo de “preservar a ordem pública, a incolumidade das pessoas e do patrimônio na cidade de São Luís e Região Metropolitana”.

Fonte: G1 MA

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com