‘É uma incoerência que a História nos colocou’, diz Tasso, sobre apoio do PSDB a Temer

BRASÍLIA — Visivelmente desconfortável com a manutenção do apoio ao governo do presidente Michel Temer, o presidente interino do PSDB, senador Tasso Jereissatti (CE) disse que sua posição foi vencida pela posição majoritária da Executiva, dos governadores e prefeitos presentes, mas não poupou o governo de críticas.

Sobre a disposição do partido de recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de inocentar a ex-presidente Dilma Rousseff e Temer, Tasso reconheceu que é difícil entender o fato do partido continuar no governo e continuar pedindo a cassação do presidente.

— Com certeza é uma incoerência nossa, mas uma incoerência que a História nos colocou. Esse não é o meu governo. Não é o governo dos meus sonhos, não votei em Dilma nem em Temer, mas estamos aí por causa das circunstâncias, mas não vamos fazer nada que rasque um pedacinho da Constituição — desabafou Tasso, dizendo que o PSDB poderia continuar apoiando as reformas sem os ministros dentro do governo, mas sua posição tinha sido derrotada pela posição majoritária.

O senador ressaltou, contudo que o partido continua achando que houve corrupção e mau uso do dinheiro público na eleição de 2014 pela chapa Dilma-Temer e não tem porque ficar calado. O apoio ao governo, disse, foi em função do receio de desestabilizar ainda mais o país e impedir a retomada do emprego.

— Achamos que houve corrupção e mau uso de dinheiro público na campanha de 2014 e não temos que ficar calados. Se cabe um recurso para provar nossa convicção, vamos recorrer. Minha opinião é que tem que recorrer. Continuamos no governo Temer, mas sem renunciar a nossas convicções, que houve corrupção na campanha da chapa — completou.

Tasso anunciou uma nova reunião da Executiva para a próxima semana para definir a antecipação da data da convenção nacional para eleger os novos comandos nacional e regionais do PSDB, o que forçará a saída definitiva do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) da presidência do partido. Até lá, disse Tasso, será monitorada diariamente a possibilidade de desembarque do governo, diante de fatos novos.

SENADOR NEGA ACORDO PARA PROTEGER AÉCIO

Sobre a posição da bancada na votação , da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e no plenário, sobre a abertura de processo contra Temer, a partir de uma eventual denúncia oferericada pelo Procuradoria-Geral da República, Tasso disse que cada um votará de acordo com sua consciência, e e que le não vai fazer nada para substituir deputados que queiram votar contra o presidente.

 

— Eu não vou fazer isso. A bancada tem posições divergentes em relação a essa denúncia. Será um voto de consciência e não de partido. Até lá muita coisa vai acontecer, se acontecer algo grave, convocamos a bancada para discutir — disse Tasso Jeiressatti.

Ele negou um acordão do PMDB com o PSDB para manter o apoio ao partido em 2018 e salvar Aécio Neves da cassação no Senado. Nesta terça-feira, a Mesa do Senado se reúne para oficializar o afastamento de Aécio do mandato, determinado pelo STF. Até hoje o nome do senador afastado consta do painel de votações. Em seguida o Conselho deve iniciar a analise do processo de cassação do mandato.

Tasso disse que não fez acordo com ninguém e não seria decente um acordo nesse sentido. Mas disse que o PSDB dará ao companheiro todo o direito de defesa.

— O senador Aécio tem o direito de defesa, não vamos crucificá-lo, vamos dar a ele o que todo ser humano tem direito, que é o direito de defesa — disse Tasso.

A antecipação da convenção para eleger a nova direção do partido, segundo Tasso, será feito tudo de comum acordo com Aécio, que pode renunciar

Fonte: MARIA LIMA do site oglobo.globo.com

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com