UM ALERTA – Maranhão é um dos estados com mais mortes provocadas por raio do Brasil

Um levantamento feito pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), aponta que uma média de 100 pessoas morreram atingidas por raios durante o ano de 2014. Os estados que lideram os rankings: São Paulo com 19, Maranhão com 15 ocorrências, seguido de Piauí, com sete fatalidades. A maioria das ocorrências foi de pessoas que estavam em lugares descampados, como praias, fazendas, debaixo de árvores ou próximos de rios.

Segundo o coordenador do Grupo de Eletricidade  Atmosférica do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe),  Osmar Pinto Junior, os dados são preliminares, porém no fim deste mês um relatório atual será divulgado. “Os números podem crescer, pois a pesquisa está ainda em fase de finalização, por enquanto o Maranhão é o segundo no ranking, perdendo apenas para São Paulo”, afirmou o coordenador.
De acordo com o Inpe,  as regiões que terão maior incidência de raios nos próximos meses serão o Norte, Nordeste e Sul. Já no Sudeste e Centro Oeste as incidências tendem a diminuir.
A pesquisa aponta ainda que 29% das pessoas morreram durante atividades agropecuárias e 18% dentro de casa, o que indica um desconhecimento dos riscos durante tempestades. Há mais vítimas do sexo masculino (89%) e que viviam em áreas rurais (56%).

Tempo

Madrugadas com chuvas fortes, acompanhadas de raios e trovões podem acontecer nos próximos dias em São Luís. Porém, ainda não podemos afirmar que seja o início da estação chuvosa na capital.

Segundo o meteorologista Márcio Eloi, mesmo com a previsão de dias chuvosos para o início do mês, não significa que irá chover todos os dias continuamente.
Eloi afirmou que a previsão de chuvas para os próximos dias não quer dizer que já estamos na estação chuvosa. Ele explicou ainda que este o momento é denominado como um período de transição entre da estação seca para a chuvosa.
Esta ação é o resultado do contraste térmico entre a Ilha de São Luís e oceano, associado com um forte ciclone de ar super concentrado na Costa Leste do Brasil.
“No período de transição, acontece um aglomerado de nuvens, que podem causar ou não raios. Vai depender da condição, da carga positiva (pessoas, árvores, pára-raios) que estejam no momento da chuva forte ou da tempestade”, falou Márcio.

Cuidados para evitar raios

Evite ir á praia
Não permaneça em piscinas, rios e lagos;
Evite ficar em morros e terrenos elevados;
Se estiver dirigindo, permaneça no carro, fique trancado e não pegue em nada metálico dentro do carro
Não permaneça perto de redes elétricas
Afaste-se de cercas de arame, varais metálicos e trilhos.
Não se proteger nas árvores
Campos de futebol
Evite locais descobertos

Cuidados em casa durante tempestades

Procure ficar em casa até passar a tempestade
Evite banhos enquanto durar a tempestade
Evite contato com qualquer objeto com estrutura metálica, inclusive torneiras
Evite usar o telefone

Fonte: Gladys Alves do O Imparcial
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com