Professor Jaile Defende reivindicações da Categoria na Câmara de Barra do Corda

Após terceira tentativa e com a presença de alguns professores na Câmara Municipal, Prof. Jaile Lopes, Coordenador do SINPROESEMMA/BC Sindicato dos profissionais da educação da rede estadual e municipal de Barra do Corda, tem seu pronunciamento aprovado pelos vereadores da Câmara Municipal, na terça – feira dia 07/04.

Lopes em seu discurso reiterou as pautas reivindicatórias do sindicato e da categoria em pouco mais de 15 minutos de pronunciamento. Os principais assuntos de sua fala foram: Implantação das 13 aulas semanais na Educação Infantil de acordo com a Lei Federal dos profissionais do magistério nº 11.738/2008 (art.2º); eleição para diretores de escolas municipais conforme a Lei Municipal nº 024/2009; apresentação geral da lista de pedidos de licença prêmio, com a obediência da ordem de entrada dos processos através de escalonamento para evitar privilégios; concessão imediata da redução de carga horária para professores com 20 anos ininterruptos de serviço em sala de aula e 50 anos de idade conforme a lei municipal do plano de cargos e carreiras do magistério artigo 72º do PCCRM, estas e outras pautas foram abordadas por Jaile.

Jaile também falou sobre a superlotação nas salas de aulas que também é uma reclamação dos professores, contando um caso da própria escola onde trabalha: Tivemos no inicio do ano um contratempo naquela escola, o município estabeleceu um prazo de abertura das matrículas dos alunos e depois venceu o prazo, uma mãe foi matricular seu filho (salas já superlotadas) não conseguindo, o familiar insistiu que era um direito líquido, foi aos veículos de comunicação, a lei da LDB diz que o aluno deve estudar o mais próximo de sua casa, mas não diz que são com 60 ou 70 alunos. No entanto o plano de cargos e carreiras do município prevê de 30 a 40 alunos e lá tinha 42 alunos (…) criamos um ofício circular orientando os diretores a não receber alunos além daquele número, porque não estaria de acordo com o Plano de cargos e carreira e que o diretor estaria respaldado pelo sindicato e pela lei do plano. (…) Para que os diretores de escolas não fiquem entre a lei e a necessidade do pai, do familiar. Declarou o dirigente sindical.

Lopes sugeriu além do cumprimento da lei estabelecer um período de matricula para os alunos considerados da casa ou que moram perto da escola e depois se houver necessidade de matrícula receber alunos de outras localidades para que não ultrapasse o limite legal.

Ao final do seu pronunciamento, Prof. Jaile, agradeceu a Câmara pela oportunidade e pediu que o diálogo entre sindicato através da categoria e vereadores fosse mantido para fortalecer o interesse de todos. “Quando vocês apóiam o sindicato, estão apoiando á categoria”. Enfatizou o sindicalista.

Aproveitando o ensejo, o educador pediu que convocasse também os excedentes do concurso público municipal, pois surgirão ainda mais necessidades desses profissionais. A educação de Barra do Corda será reoxigenada com estes novos profissionais ávidos a trabalhar. Mencionou Jaile que logo após foi aplaudido por todos.

Alguns vereadores comentarem sobre o pronunciamento do coordenador sindical. O Vereador Gil Lopes, presidente da Câmara, comentou sobre a eleição de diretores de escolas na rede estadual e alertou sobre o perigo da politização partidária neste processo eleitoral. O parlamentar Alcenor Nunes admitiu que o PCCR, plano de cargos e carreira dos professores não está sendo cumprido em sua totalidade e afirmou que é a favor das pautas de redução de carga horária para professores que tem esse direito e da eleição para diretores em escolas da rede municipal e estadual.

Outro vereador que se pronunciou a favor das mesmas pautas de Nunes foi Eteldo, além de reiterar a convocação dos excedentes do concurso público municipal. As vereadoras Graça do Ivan e Nilda Barbalho da bancada feminina, disseram que apóiam toda a educação. Nilda disse que sempre lutou pelo espaço de Jaile na tribuna e denunciou a precariedade estrutural da Escola CAIC, (Wolney Milhomem).

Professor Roberto do PT surpreendeu com sua mudança de posicionamento ao afirmar ser a favor da eleição de diretores e a redução de carga horária: “Sou a favor da eleição para diretores, porque para eu me eleger e o prefeito assumir seu cargo foram através de eleição”. Declarou o parlamentar, sendo que anteriormente era contra a eleição de diretor. Sem ter conhecimento da lei 024/2009, Roberto afirmou não haver decreto para eleição de diretor.

O vereador Paulim Bandeira do PC do B falou da abertura do diálogo entre sindicato e Câmara e disse que é um direito do SINPROESEMMA/BC acompanhar as reivindicações da categoria dos professores e as condições de trabalho dos mesmos.

O SINPROESEMMA/BC avaliou o pronunciamento de Jaile como positivo, pois abriu um diálogo aberto e democrático entre sindicato e o legislativo municipal de Barra do Corda.

SECRETARIA DE IMPRENSA DO SINPROESEMMA/BC

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com