Pesquisadores do MA criam inseticida natural que combate Aedes aegypti

Uma pesquisa do Laboratório de Macromoléculas e Resíduos Naturais da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA), em parceria com a Universidade Federal do Maranhão (UFMA), desenvolveu um inseticida natural que elimina ovos, larvas e o mosquito adulto do Aedes aegypti – transmissor da dengue, febre chikungunya e zika vírus (que tem relação com a microcefalia e a síndrome Guillain-Barré).

A solução é feita a partir do extrato das folhas de Nim, planta de origem indiana muito comum no Maranhão, e não tem efeitos tóxicos ao homem.

O estudo, intitulado “Desenvolvimento de Compostos Inseticidas Naturais para o Controle do Aedes aegypti, Vetor da Dengue”, foi idealizado pela estudante Paula Marinho e é coordenado pela farmacêutica e doutura em Ciências Biológicas Adriana Leandro Câmara.

O processo de produção é simples e é realizado no laboratório da universidade estadual. “As folhas são secas em temperatura ambiente, vão para a estufa, onde são pulverizadas e transformadas em um pó. Elas são colocadas em um evaporador para eliminar o álcool e, dependendo da concentração, a gente pode usar para eliminar tanto o ovo, quanto a larva e até o mosquito adulto”, explica a pesquisadora.

Aplicado na proporção de 25%, o inseticida elimina 100% dos ovos e 76% das larvas do Aedes aegypti. O produto já foi patenteado e atualmente é de propriedade da UEMA. A porcentagem de eliminação do mosquito adulto ainda não pode ser revelada porque ainda está em processo de obtenção de patente.

De acordo com Câmara, o inseticida combate o mosquito e, ao eliminá-lo, acaba também a transmissão das doenças. “O extrato resultante da invenção é um inseticida viável, de fácil manipulação e que pode ser comercializado e utilizado em campanhas de controle do Aedes aegypti objetivando eliminar o vírus circulante”, garante a professora.

Doenças transmitidas pelo mosquito
Segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES), no Maranhão, de janeiro a novembro de 2015, foram registrados 7.237 casos de dengue, com 10 óbitos por complicação da doença, nas cidades de Itapecuru Mirim (1); Barra do Corda (1); Imperatriz (1); Raposa (1); Miranda do Norte (1); São Luís (3); Vitória do Mearim (1) e Serrano do MA (1).

Já em relação ao Zika Vírus, no Estado, foram registrados extraoficialmente 2.887 casos da doença. Foram confirmados com sorologia somente seis, atendendo recomendação do Ministério da Saúde. Um óbito foi registrado.

Em relação à microcefalia, a secretaria também informou que o novo cenário onde o Ministério da Saúde (MS) altera a medida do Perímetro Cefálico (PC) de recém-nascidos de 33 cm para 32 cm, muda os dados do Maranhão em relação à microcefalia.

Dos 38 casos anteriormente diagnosticados, seis foram descartados por apresentarem PC inferior à primeira medida estabelecida pelo MS (33cm). Dos casos descartados, quatro (4) foram de São Luís e dois (2) de Imperatriz. Assim, a SES confirma 32 casos de bebês com microcefalia em 21 municípios.

Lançamento do Plano Nacional de Enfrentamento à Microcefalia, em Brasília (DF) (Foto: Secom)Lançamento do Plano Nacional de Enfrentamento
à Microcefalia, em Brasília (DF) (Foto: Secom)

Sobre a síndrome de Guillain-Barré, já foram confirmados 13 casos até o momento. O órgão afirmou também que duas mortes já foram confirmadas e há 32 suspeitas da doença no Estado, em 2015. Os dados sobre a febre chikungunya não foram divulgados.

Enfrentamento
O governador Flávio Dino (PCdoB) participou de reunião com a presidente Dilma Roussef (PT), em Brasília (DF), que discutiu o Plano Nacional de Enfrentamento à Microcefalia. O plano é dividido em três eixos de ação: mobilização e combate ao mosquito; atendimento às pessoas; e desenvolvimento tecnológico, educação e pesquisa.

Fonte: G1 MA

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com