Pesquisa diz que MA está abaixo da média em exames contra o câncer

Uma pesquisa nacional de saúde, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelou que o Maranhão está abaixo da média nacional em de mulheres que fazem exames preventivos do câncer de colo de útero, como o papanicolau.

O estado possui a pior proporção do país de mulheres que realizaram o exame papanicolau nos últimos três anos. Um pouco mais de 67 por cento das mulheres, entre 25 e 64 anos, fizeram o exame que consegue identificar precocemente o câncer de colo de útero.

Natália Mandarino, diretora do Hospital da Mulher, em São Luís, afirma que no local são realizadas aproximadamente 1.200 consultas ginecológicas mensais. Desses exames, o papanicolau chega a atingir uma faixa entre 380 a 400 exames. “O Hospital da Mulher realiza, em média, 1.200 consultas ginecológicas mensais. O exame papanicolau ele está em uma faixa entre 380 a 400 exames, também mensal, e nós temos a capacidade de receber mais mulheres. A gente orienta que as mulheres procurem o serviço de saúde, seja na unidade básica”.

Atualmente em São Luís, além do Hospital da Mulher, 56 unidades de saúde e quatro unidades mistas podem realizar o exame papanicolau. A coordenadora de Saúde da Mulher, na capital, Graça Lima Espíndola diz que o Hospital da Mulher é referência em atendimento na saúde preventiva da mulher. “O ideal é entrar pela atenção básica e se ela tiver um exame que seja alterado com alguma lesão ela terá a garantia da referência do atendimento dentro do Hospital da Mulher e que para nós é a referência para a saúde da mulher de um modo geral”, ressaltou.

A ginecologista Rosimary Almada garante que é preciso que as mulheres façam o papanicolau a cada seis meses. No entanto, se ele for realizado, pelo menos, uma vez ao ano já consegue ser eficaz na prevenção da doença. Ela acrescenta que quem não faz o exame corre o risco de descobrir o câncer em estado avançado. “A população feminina ela associa muito o câncer a dor e a sintoma, e o câncer de colo é assintomático. Então quer dizer que ele não tem sintoma, não tem dor, não tem sangramento e muitas pacientes acham porque não tem isso elas não precisam fazer o exame. Como o câncer é uma doença silenciosa e que tem um período de encubação longo, ou seja, até que desenvolva 10, 15 anos, a paciente se não faz esse papanicolau, o diagnóstico acaba sendo tardio. Quando ela vai descobrir ela já está co o sangramento e nessa fase, normalmente, ela já está metástase e não tem mais como fazer o tratamento definitivo, apenas um tratamento paliativo, que não é o tratamento que traz a cura”, finalizou.

Fonte: G1 MA

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com