Maranhão ocupa último lugar em ranking de acesso à internet nos domicílios

USO DA INTERNET No ano passado, o percentual de pessoas que acessaram a internet alcançou 57,5% da população de 10 anos ou mais de idade, o que corresponde a 102,1 milhões de pessoas.

O contingente formado pelos jovens de 18 ou 19 anos teve a maior proporção (82,9%). Em todos os grupos compreendidos na faixa de 10 a 49 anos de idade, o uso da internet ultrapassou 50%, mostra a pesquisa. A utilização da internet mostrou relação direta com os anos de estudo, indicando proporções crescentes entre os mais escolarizados.

O maior percentual de acesso à internet foi observado na população com 15 anos ou mais de estudo (92,3%). Em 2015, a internet foi usada por 79,8% dos estudantes e 51,7% dos que não estudam. Alunos da rede privada (97,3%) acessaram mais internet do que os da rede pública (73,7%). Pessoas que trabalham em educação, saúde e serviços sociais foram as que mais usaram internet: 87,1% contra quem trabalha no serviço agrícola, com 16,8%.

Quanto maior o rendimento, maior a utilização da internet: 92,1% das pessoas que ganham mais de 10 salários mínimos acessaram a internet contra 32,7% das pessoas sem rendimento ou que ganham até um quarto do salário mínimo. IDADE O contingente de pessoas com 10 anos de idade ou mais que tinham telefone celular para uso pessoal, em 2015, era de 139,1 milhões, o que corresponde a 78,3% da população do país nessa faixa etária.

Em relação a 2005, esse contingente aumentou 147,2% —à época 56 milhões de pessoas tinham celular. Em relação a 2014, o aumento chegou a 1,8%. A Região Centro­Oeste continuou apresentando a maior proporção de pessoas com telefone celular (86,9%), seguida das regiões Sul (82,8%) e Sudeste (82,6%). As regiões Norte e Nordeste registraram os menores percentuais (68,6% e 69,6%, respectivamente). 04/01/2017 Celular se consolida como principal meio de acesso à internet no Brasil ­ 22/12/2016 ­ Mercado ­ Folha de S.Paulo http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2016/12/1843697­celular­se­consolida­como­principal­meio­de­acesso­a­internet­no­brasil.shtml 3/3 O Distrito Federal é a unidade da federação com maior percentual de pessoas que têm celular: 90,7%. O Maranhão tem o menor percentual: 54,7%. Segundo a pesquisa, 82,8% das pessoas da área urbana têm celular e, na área rural, 52,8%. Por faixa etária, o grupo de pessoas de 25 a 29 anos é o que tem maior acesso ao celular, com 89,8%.

Entre 20 e 24 anos, são 89,6% com celular e, entre 30 e 34 anos, 89,4%. Quanto maior a escolaridade, maior o número de pessoas que têm celular —97% das pessoas com 15 anos ou mais de estudo tem o dispositivo. Entre aquelas sem instrução ou com menos de 1 ano de estudo, o percentual cai para 40,5%. O rendimento também tem influência. Entre as pessoas que recebem mais de 10 salários mínimos, 96,4% têm celular. Entre as pessoas que não têm rendimento ou que recebem até um quarto do salário mínimo, o índice fica em 53,9%.

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com