Febre aftosa: Leste do Maranhão tem índice baixo de comprovação de vacina

A primeira etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa no Maranhão, que terminaria no mês de maio, teve prazo prorrogado. A extensão foi feita até o dia 28 de junho e busca é por aumentar o índice de comprovação de vacina em todo estado.

De acordo com a Agencia Estadual de Defesa Agropecuária (AGED), no leste do Maranhão esse número é considerado muito baixo. Segundo as novas normas, a vacinação do rebanho durante a primeira etapa de campanha de vacinação contra a febre aftosa no Maranhão, é obrigatória e na segunda etapa somente serão vacinados rebanho com até 24 meses.

Produtores ganharam mais dias para comprovar vacinação (Foto: Reprodução / TV Mirante)

Produtores ganharam mais dias para comprovar vacinação (Foto: Reprodução / TV Mirante)

A vacinação de bovinos e bubalinos, que deveria ser realizada até 31 de maio, também poderá ser feita sem penalidades ao produtor até o dia 15 de junho. O período de comprovação da vacinação também foi estendido para até o dia 28 de junho. O procedimento deve ser realizado na unidade da AGED do município em que a propriedade está cadastrada.

Fonte: G1 MA

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com