Cordino vence o Altos-PI de virada e deixa a decisão dos classificados do Grupo A4 para ultima rodada da serie D

Quem achava que a Onça estava morta, se enganou. no jogo deste domingo no Leandrão o time da casa deixou para a ultima rodada a decisão da classificação do grupo no Brasileiro da Série D. O Cordino venceu o que até então era líder em pontos corridos na competição, o Altos-PI, por 2 a 1, e deixou a decisão dos classificados do Grupo A4 para a última rodada.

No duelo de animais ferozes, o Jacaré largou na frente, aos 16 minutos do primeiro tempo com Manoel. só que. Ainda na primeiro tempo a Onça chegou a virada com Emerson, aos 16, e Casagrande, aos 46.

Aos 10 minutos do segundo tempo o Cordino teve o volante Régis Pitbull expulso. a partir daí o Altos-PI fez muita pressão, mas não conseguiu reagir na mudança do placar que foi ampliado ainda no primeiro tempo pelo Cordino.

Agora com estes três pontos conquistados, o Cordino chega a sete pontos e fica com o mesmo numero do Altos-PI. mais vale lembrar, o time piauiense fica com a segunda colocação em virtude de melhor saldo de gols. O líder da chave é o Santos-AP, que tem 10 e o lanterna é o Tocantins, com quatro.

Na última rodada da fase de grupo do Brasileiro da Série D, o Cordino volta a campo no próximo domingo diante do Santos-AP, no Zerão, às 18h. No mesmo dia e horário, o Altos-PI recebe o Tocantins, no Lindolfo Monteiro.

E falando da Final do estadual, o Tribunal de Justiça Desportiva do Maranhão (TJD-MA) vai julgar e decidir sobre o pedido, através de liminar, do Cordino para que o segundo jogo da final do Campeonato Maranhense seja mantido em Barra do Corda, no estádio Leandrão.

Mas, a FMF mantém o estádio municipal Frei Epifânio, em Imperatriz, como o local do jogo, na próxima quinta-feira, dia 22. é ver, para crê.

Agora, o TJD, que anda se estranhando com a FMF durante o estadual, pode determinar a mudança do local do jogo. por isso, o argumento do Cordino precisa ser muito convincente. O Cordino por ter conquistado dentro de campo o direito de disputar o jogo de volta em casa é o maior argumento da diretoria do clube, no que diz o Regulamento. E, o Cordino jogou as finais do 1º e 2º turno em Barra do Corda, então a diretoria argumenta, porque não pode fazer a final em sua casa? O que seria mais correto, era o TJD manter o jogo em Barra do Corda e determinar que a capacidade de torcedores seja de 600 pessoas para este jogo.

Sendo assim, no ponto de vista, estaria tudo resolvido. porque ao ver, o Tribunal não vai querer assumir o risco de autorizar a realização do jogo sem determinar a quantidade de público. O que resta agora a torcida e diretoria da onça, é aguardar.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com