Cela conhecida como gaiolão está sendo demolida, e nova delegacia está em obra

Nesta sexta-feira 20/10, o próprio delegado Renílton Ferreira liderava a demolição do gaiolão.

De acordo com o secretário Jefferson Portela a decisão de demolir o gaiolão é da própria Secretaria de Segurança Pública do Maranhão. Ele disse que todos os presos estão recolhidos na carceragem da delegacia e reafirmou que o “gaiolão” vinha sendo utilizado apenas para o banho de sol.

Portela falou que existem outros “gaiolões” em delegacias no Maranhão, mas estas estão localizadas dentro das delegacias, diferentemente da situação constatada na delegacia de Barra do Corda. O secretário não soube precisar o número exato de “gaiolões” e que seriam de cinco a sete.

Operário trabalha na demolição do gaiolão (Foto: Reprodução/ G1)

Operário trabalha na demolição do gaiolão (Foto: Reprodução/ G1)

Liberação de presos, será a solução para o problema prisional do estado? 

Pois bem, A Defensoria Pública do Estado disse que entrará com uma ação contra o Governo do Maranhão para que os presos que ainda estão na delegacia de Barra do Corda seja encaminhados para outra unidade prisional ou até que fiquem em prisão domiciliar. Segundo a Defensoria a medida acontece após a morte do comerciante Francisco Edinei Lima Silva, que passou mal após ficar 18 horas preso no local.

Omissão ou falta de mais atenção por parte de todos os governos que já estiveram a frente da administração do Estado?

Vejam bem, A Defensoria Pública do Estado (DPE/MA) alegou que houve omissão das autoridades sobre a situação de presos que eram colocados na gaiola a céu aberto na delegacia de Barra do Corda.

Barra do Corda é hoje um município que tem aproximadamente uma população estimada em 87.135 habitantes, e a cada ano aparecem políticos fazendo promessas de melhorias para esta delegacia, mas fica apenas nas promessas.

Será que Barra do Corda é uma cidade que serve apenas para ser um grande espaço no Estado do Maranhão em que políticos só aparecem com promessas? Foi assim no governo anterior de Roseana Sarney, lembram? A Governadora prometeu aumentar o efetivo da polícia militar em todo o estado, além de construir novos presídios, e concluir a construção de delegacias e quartéis no interior do estado. E porque será que a delegacia de Barra do Corda nunca foi atendida por ambos governos?

Pois bem, volta a novela da construção da tão sonhada delegacia, será que agora sai?

Segundo informações levantada, um contrato para reforma da delegacia de Barra do Corda foi assinado pela Secretaria de Segurança Pública. E o valor estimado foi de R$ 269.986,57. Em 24 de julho de 2014, de acordo com documentos do programa de investimentos do Banco de Desenvolvimento Econômico e Social, As noticias são de que o contrato encontrava em “fase de mobilização”. E que o programa de investimentos indicava, inclusive, as providências a ser tomada pelo governo na efetivação da nova delegacia: “aumentar o efetivo de pessoal e a mobilização de equipamentos”.

As informações são de que o Governo do Maranhão já iniciou a construção de uma nova delegacia para o município de Barra do Corda. a Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra), informa que a obra está elaborada em duas fases.

A primeira, já concluída, tem orçamento de cerca de R$ 380 mil e compreende a urbanização do espaço, com pavimentação do estacionamento e demais estruturas externas. A segunda etapa, iniciada na última semana, é referente à estrutura do prédio e acabamentos. Estão sendo construídos a fundação e os alicerces para a estrutura do prédio.

A sede da delegacia de Barra do Corda terá 324m² de área construída, abrigando um gabinete para delegado e outro para delegado adjunto, salas de contenção e salas de reconhecimento, entre outros espaços. Está previsto para a entrega da obra concluida no primeiro semestre de 2018.

A delegacia será composta de um complexo em que se firmará a sede da Delegacia da Mulher que tem por princípios,  assegurar o combate à violência contra as Mulheres, que tem como objetivo específico o fortalecimento e a efetiva implementação de atendimento policial especializado para mulheres. Mas que também neste mesmo prédio se firmará a Delegacia Regional de Barra do Corda.

A delegacia está sendo construída ao lado do 13ª Ciretran do Município que fica no Bairro Incra.

Nas informações da Defensoria Pública do Estado (DPE/MA) Foi informado de que disse que em uma vistoria realizada em fevereiro na delegacia indicou que o local não possuía nenhuma condição de abrigar os presos.

Um relatório alertando a situação foi enviado a presidente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e do Supremo Tribunal Federal, ministra Carmen Lúcia, a Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República e ao governador do Maranhão, Flávio Dino. A defensoria afirma que houve omissão institucional e abriu uma Ação Civil Pública (ACP).

Delegado lidera demolição do gaiolão (Foto: Reprodução/ G1)

Delegado lidera demolição do gaiolão (Foto: Reprodução/ G1)

Entenda o caso

O comerciante Francisco Edinei Lima Silva, de 40 anos, morreu após ficar preso por cerca de 18 horas no gaiolão segundo as informações. A vítima que dirigia sobre efeito de álcool se envolveu em um acidente de trânsito no último dia oito de outubro e foi detido horas após o incidente. A família dele alega que houve negligência da Polícia Civil, pois o comerciante sofria de hipertensão, mas não teria recebido o atendimento adequado. No dia 18 de outubro o laudo do Instituto Médico Legal (IML) apontou que Francisco morreu por um acidente vascular cerebral (AVC) .

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com