Casos de dengue caem 74% no Maranhão

Reportagem do jornal Folha de S.Paulo de ontem (15) mostra que o Maranhão teve queda de 74,5% no número de casos suspeitos de dengue nas primeiras semanas deste ano na comparação com o mesmo período de 2017.

A redução é mais acentuada que a verificada no Brasil todo, de 44%. No Maranhão, a queda foi de 271 para 69 casos suspeitos até a terceira semana de janeiro.

Alguns Estados tiveram aumento de casos, como São Paulo, cuja alta foi de 241%.

O Governo do Maranhão tem adotado desde 2015 uma série de ações para combater a dengue. O Programa Estadual de Controle da Dengue faz um trabalho intenso com as visitas de campo às residências, os carros-fumacê e todo o esforço educativo feito nas escolas e centros comunitários do Maranhão.

Tem havido também capacitações em municípios para mapear as principais áreas infestadas.

Cuidado de todos

A adoção de medidas preventivas e de combate ao mosquito transmissor devem ser de caráter permanente, tanto da parte do poder público como no dia a dia da população.

É sempre importante tampar as caixas d’água, manter as calhas limpas, lixeiras bem tampadas e limpar, semanalmente, os pratos de vasos de plantas com areia.

“Precisamos eliminar os focos do mosquito para evitar surtos das doenças por ele transmitidas. Isso é uma responsabilidade de todos. Precisamos unir forças para combater o Aedes, a ação mais efetiva é eliminar os focos”, diz o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

Equipe do Programa Estadual da Dengue vistoria imóveis (Francisco Campos)

Fonte: http://www.ma.gov.br/

Novas ações

Em janeiro, a Secretaria de Estado de Saúde lançou novas ações de imunização contra o Aedes Aegypti. As ações incluíram o envio de oito carros fumacê para combater o mosquito nas cidades de Barra do Corda, Pinheiro e Cururupu – destinos populares entre os foliões que viajam para curtir o carnaval no interior do Estado.

Também em janeiro, o Governo do Maranhão iniciou o monitoramento em prédios públicos na Região Metropolitana de São Luís.

“Estamos fazendo esse trabalho em colaboração com o município. Assumimos a inspeção de todos os prédios públicos estaduais e alguns federais. Dessa forma, estamos protegendo o trabalhador e a população que ali é atendida”, diz a superintendente de Epidemiologia e Controle de Doenças da SES, Maria das Graças Lírio.

A ideia é atuar de forma preventiva, identificando focos e orientando servidores para atuar de maneira adequada.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com