Barra do Corda teve 49 focos de queimadas nos últimos dias, informa o portal de Olho No Tempo

Apenas o fortalecimento da atual “bolha de calor” – que atua em grande parte do Brasil – nos últimos dias, e com isso o declínio acentuado dos valores de umidade relativa do ar, além da intensificação do vento diurno, os focos de queimadas, literalmente “explodiram” nas últimas 48 horas.

Até então, a média de focos diários monitorada pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) vinha se mantendo entre 300 e 600 focos desde o início do mês de julho, mas nas últimas 48 horas foram contabilizados pelos satélites, 1.929 focos, apenas sobre o território brasileiro.

O estado que mais queimou no período foi o Maranhão, com 321 focos, e onde a temperatura máxima já tem alcançado os 40°C na região de Carolina, no sudoeste maranhense, nos últimos dias. Além disso, a irregularidade da chuva sobre o estado desde o início do ano rapidamente tornou a vegetação ainda mais seca.

Em segundo lugar apareceu o estado de Mato Grosso, com 304 focos. A maioria, no chamado “arco do desmatamento”, em que as áreas de derrubada avançam Amazônia adentro.
E em terceiro lugar esteve o estado do Pará, com 220 focos, também dentro do mesmo arco vicioso de desmatamento.

No ranking municipal, Porto Velho, em Rondônia, teve 50 focos de queimadas, seguido de Barra do Corda, no Maranhão, com 49 focos e Corumbá, em Mato Grosso do Sul, com 46 focos.
A quantidade absurda de queimadas verificadas sobre o Brasil modificou totalmente o parâmetro de comparação com o mesmo período do ano passado que até então vinha acompanhando uma margem anômala negativa, ou seja, com menos focos de calor que em 2014. Com as últimas atualizações, o país já tem, no acumulado anual, 35.889 focos, o que gera um aumento de 4% em comparação com o ano passado.

Devido à intensificação do fenômeno El Niño sobre o Oceano Pacifico Equatorial, a tendência é de que os focos de queimadas fiquem ainda mais intensos sobre o país, pois a regra implica em um atraso do início da estação chuvosa entre as Regiões Centro-Oeste, Norte e Sudeste, além de ondas de calor, como a atual, cada vez mais frequentes e intensas.

monitoramento 09 08 15 18

(Crédito das imagens: Arquivo/Greenpeace.org – Reprodução/Cptec/Inpe)

O portal De Olho No Tempo Meteorologia não realiza previsão de tempo ou expede aviso meteorológico. Para tal conteúdo acesse os órgãos oficiais de meteorologia no Brasil, Cptec/Inpe ou Inmet.

Em situação de risco eminente em sua região contate a Defesa Civil pelo telefone 199.

Fonte:  De Olho No Tempo Meteorologia

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com