Bancários encerram greve e retornam ao trabalho no MA

Após 21 dias, o Sindicato dos Bancários do Maranhão decidiu pelo fim parcial da greve da categoria que fechou quase 85% das agências em todo o estado. No Maranhão, ao todo são 5,1 mil bancários e 360 agências. A decisão foi tomada nesta segunda-feira (26), após assembleia realizada na sede do sindicato no Centro de São Luís.

Apenas as agências do Banco do Nordeste e Banco da Amazônia continuam em greve no estado. Uma nova assembleia foi marcada para definir o futuro da greve destes bancos. Os demais bancos devem voltar a funcionar normalmente a partir desta terça-feira (27).

“Nós decidimos rejeitar as propostas que foram apresentadas pelos bancos, por se tratar de propostas insatisfatórias e que não avançam em uma série de itens. No entanto, diante do quadro nacional de assembleias, que ocorreu em todo o país nesta segunda-feira (26), onde a maioria decidiu pelo retorno ao trabalho, a categoria aqui no Maranhão decidiu fazer o mesmo nos bancos privados, Caixa e Banco do Brasil”, afirmou o presidente do sindicato no Maranhão Eloy Natan.

A maioria da categoria aceitou a proposta apresentada pela Federação Nacional dos Bancos (Fenabam) de reajuste salarial de 10%, aplicáveis aos salários, benefícios e participação nos lucros, além de correção de 14% no vale-refeição e no vale-alimentação.

Os bancos aceitaram também abonar 63% das horas dos trabalhadores de 6 horas, de um total de 84 horas, e 72% para os trabalhadores de 8 horas, de um total de 112 horas. Assim, após a volta ao trabalho, os bancários compensariam, no máximo, uma hora por dia útil, até o dia 15 de dezembro.

Negociações
Os bancários deflagraram a greve no último dia 6 de outubro. A categoria reivindica reajuste salarial de 16% com piso de R$ 3.299,66. A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) chegou a apresentar uma proposta de reajuste de 5,5%, com piso de R$ 1.321,26 a R$ 2.560,23, mas foi rejeitada pela categoria nas assembleias durante a primeira semana.

Outras propostas chegaram a ser feitas. Aúltima ocorreu nesta sexta-feira (23), quando a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) apresentou reajuste salarial de 10%, aplicáveis aos salários, benefícios e participação nos lucros, além de correção de 14% no vale-refeição e no vale-alimentação.

Fonte: G1 MA

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com