EUA têm prévias presidenciais em 4 estados nesta terça-feira

Nesta terça-feira (8) ocorre nova etapa da disputa pelas candidaturas presidenciais nos EUA. Haverá prévias em quatro estados: Michigan, Mississippi, Idaho e Havaí. Nos dois primeiros, tanto o partido Republicano quanto o Democrata elegem delegados. Já em Idaho e no Havaí haverá votação apenas dos republicanos – no segundo caso, na forma de caucus (assembleia comunitária).

A principal disputa dessa etapa das primárias acontece no estado de Michigan, onde serão eleitos 147 delegados democratas e 59 republicanos. Prova da importância conferida à votação nesse estado é que os dois últimos debates dos partidos foram realizados ali: o republicano, na quinta-feira, em Detroit; e o democrata, no domingo, em Flint.

Além disso, na segunda-feira (6) o estado recebeu campanhas de Hillary Clinton e de seu rival democrata Bernie Sanders, assim como do governador de Ohio, John Kasich — último na disputa entre os republicanos, da qual participam também Donald Trump, Ted Cruz eMarco Rubio.

Mississippi elegerá 41 delegados democratas e 40 republicanos. Em Idaho serão 32 delegados e no Havaí, 19 — nos dois casos, apenas republicanos.

Os pré-candidatos democratas Hillary Clinton e Bernie Sanders participam de debate da CNN neste domingo (6) (Foto: AP Photo/Carlos Osorio)
Os pré-candidatos democratas Hillary Clinton e Bernie Sanders participam de debate da CNN neste domingo (6) (Foto: AP Photo/Carlos Osorio)

Pesquisas
Trump e Hillary Clinton, que se consolidaram como favoritos na “Superterça”, na semana passada, têm uma vantagem de 13 pontos cada sobre os rivais em Michigan, segundo a mais recente pesquisa elaborada pela Universidade de Monmouth (Nova Jersey) e divulgada na segunda-feira (7), citada pela agência EFE.

O magnata lidera todas as pesquisas feitas em Michigan com uma média de 18%, enquanto a ex-secretária de Estado também aparece na frente com uma média de 20%, segundo as estatísticas do site Real Clear Politics.

A pesquisa da Universidade de Monmouth representa uma nova má notícia para a campanha do senador da Flórida Marco Rubio, a aposta do partido Republicano para evitar a indicação de Trump. O político de origem cubana aparece na última posição na disputa, com 13%, atrás do senador pelo Texas Ted Cruz (23%) e de Kasich (21%).

Rubio, que não conseguiria nem o mínimo de 15% necessário para obter delegados nessas primárias, somaria uma nova derrota em um estado onde há concentrações de voto mais favoráveis: altamente instruído e com grande poder aquisitivo.

Marco Rubio, Donald Trump e Ted Cruz, em debate republicano em Detroit (Foto: Jim Young / Reuters)
Marco Rubio, Donald Trump e Ted Cruz, em debate republicano em Detroit (Foto: Jim Young / Reuters)

A liderança de Trump em Michigan representa uma ameaça para os democratas nas eleições de novembro. Se o magnata confirmar o bom desempenho, como indicam as pesquisas, pode colocar em jogo estados tradicionalmente democratas como Michigan, Wisconsin, Illinois e Pensilvânia.

O domínio de Hillary se explica em grande parte pelo enorme apoio da população negra em todo o país, que garantiu vitórias no sul dos Estados Unidos e que é forte também em Michigan. Quem espera surpreender é Kasich, governador de Ohio, que está subindo nas últimas pesquisas no estado.

A pesquisa da Universidade de Monmouth, elaborada entre os dias 3 e 6 de março, tem uma margem de erro de 4,9% para os republicanos e de 5,6% para os democratas.

Fonte: G1, em São Paulo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com