Sem ídolos, Bota e Flu apostam no coletivo por vaga na final do Carioca

O ditado diz que clássicos são decididos nos detalhes. Por isso, em partidas desse calibre, a torcida espera que seus ídolos sejam os destaques. Mas no caso do clássico que vai decidir o primeiro finalista do Campeonato Carioca, as atenções terão de ser voltadas aos coadjuvantes. Isso porque os capitães Jefferson e Fred estarão ausentes do segundo embate da semifinal entre Botafogo e Fluminense, neste sábado, às 18h30, no Estádio Nilton Santos – como o Bota rebatizou o Engenhão. O goleiro se recupera de uma artroscopia no joelho direito, enquanto o atacante foi suspenso pelo TJD-RJ após declaração contra a arbitragem do estadual. Depois de vencer por 2 a 1 na primeira partida, há uma semana, no Maracanã, o Tricolor tem a vantagem do empate. Caso o Alvinegro vença por um gol de diferença, a disputa vai para os pênaltis. Para se classificar nos 90 minutos, o time de René Simões precisa ter dois ou mais gols de vantagem do que seu rival. Quem levar a melhor no confronto decide o estadual com Vasco ou Flamengo, que duelam neste domingo.

Botafogo x Botafogo-PB Copa do Brasil Engenhão (Foto: Gustavo Rotstein)
Botafogo e Fluminense têm boas marcas no Engenhão, rebatizado de Estádio Nilton Santos (Foto: Gustavo Rotstein)

Fora de combate, Jefferson deu lugar a Renan. Embora conte com o titular da seleção brasileira, a torcida do Botafogo tem se mostrado segura com as atuações do substituto. Se não tem sua principal referência, o Alvinegro tem a confiança de jogar em casa. A diretoria conseguiu a liberação do Estádio Nilton Santos, ainda em obras, para 25 mil pessoas e aposta no conhecimento de seu campo para conseguir a vitória que vai levá-lo à final. E Fred viu a última cartada do clube para liberá-lo ir por água abaixo: o departamento jurídico tricolor esbarrou na decisão do TJD-RJ de recusar o pedido de efeito suspensivo. Mais do que a perda dos gols do atacante, que é o goleador do Carioca com 11 bolas na rede e tem o Alvinegro como sua maior vítima (13 gols em 18 jogos), o Flu lamenta a ausência do seu grande líder. Sem ele, a responsabilidade recai sobre os ombros de quem ainda começa a engatinhar entre os profissionais: o meia Gerson e o atacante Kenedy viraram as esperanças do time de Ricardo Drubscky, que deve escolher Lucas Gomes para assumir a posição do camisa 9.

Péricles Bassols Cortez apita o jogo, auxiliado por Dibert Pedrosa Moisés e Michael Correia. O Premiere, o PFC HD e o PFCI transmitem a partida com narração de Luiz Carlos Júnior e comentários de Roger Flores e Lédio Carmona. O GloboEsporte.com acompanha em Tempo Real, com vídeos. Após a partida, participe da cobertura comentando a atuação da equipealvinegra ou tricolor na página do seu clube de coração.

HEADER escalacoes 690 (Foto: Infoesporte)

 

 

Botafogo: René Simões fechou as portas do Estádio Nilton Santos na primeira parte do treino da última sexta-feira, o que dificultou a possibilidade de saber qual time irá a campo. No entanto, o zagueiro Alisson e o atacante Jobson correm riscos na equipe titular. Na defesa, Diego Giaretta pode ser deslocado para a zaga, com Marcelo Mattos retornando ao meio-campo. O atacante Jobson tem a concorrência de Rodrigo Pimpão. O Botafogo deve entrar em campo com a seguinte formação: Renan, Gilberto, Renan Fonseca, Alisson (Marcelo Mattos) e Carleto; Diego Giaretta, Willian Arão, Elvis e Tomas; Jobson (Rodrigo Pimpão) e Bill.

Fluminense: a tendência é que Lucas Gomes assuma o lugar de Fred, suspenso. Mas o meia Marlone também é alternativa e corre por fora. Na lateral direita, Wellington Silva retorna após cumprir suspensão. O zagueiro Marlon, recuperado de dores musculares, também está de volta. A provável escalação tem Diego Cavalieri, Wellington Silva, Gum, Marlon e Giovanni; Edson, Jean, Vinícius e Gerson; Kenedy e Lucas Gomes.

HEADER quem esta fora 690 (Foto: Infoesporte)

 

 

Botafogo: Jefferson se recupera de cirurgia no joelho direito. Roger Carvalho e Tássio também se recuperam de lesões.

Fluminense: Drubscky tem só um desfalque, mas é o pior possível. Fred, artilheiro do Carioca com 11 gols, não vai jogar. Suspenso pelo TJD-RJ, o camisa 9 fica fora do jogo mais importante do time no ano até aqui.

header pendurados 690 (Foto: arte esporte)

 

Botafogo:  Ninguém

Fluminense:  Ninguém

Fonte:Rio de Janeiro

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com