Seleção olímpica enfrenta o México em São Luís

Chegou a hora da observação na seleção olímpica brasileira. Depois de utilizar o time considerado titular na goleada por 4 a 1 sobre o Paraguai, o técnico Alexandre Gallo dará chance aos outros jogadores convocados no amistoso deste domingo, contra o México sub-23, no estádio Castelão, em São Luís, Maranhão. A partida, que já tem 10 mil ingressos vendidos, acontece às 17h (de Brasília), será transmitida pelo SporTV e acompanhada em Tempo Real pelo GloboEsporte.com. Talisca, recuperado de uma concussão cerebral, treinou normalmente e está confirmado na equipe que iniciará o jogo.

Gallo não fez mistério desde o início da semana. Em suas entrevistas, vem batendo na tecla da necessidade de testar todos os jogadores convocados, em vez de observá-los por apenas alguns minutos de uma partida. A ideia é chegar ao fim do ano com o time definido para trabalhá-lo em 2016.

– Depois dessa convocação, teremos mais cinco datas Fifa. Estamos com o planejamento pronto. É ano de definição. Colocar todo mundo para jogar é importante. Estamos fechando o leque, para termos uma equipe titular – explicou o treinador.

talisca gallo seleção brasileira  (Foto: Fernando Schmidt)
Gallo orienta Talisca durante treino no Castelão: atacante está confirmado como titular (Foto: Felipe Schmidt)

Assim, o time  brasileiro entrará em campo neste domingo com Jean, João Pedro, Bressan, Gustavo Henrique e Douglas Santos; Filipe Augusto, Fred e Talisca; Erik, Vinícius Araújo e Marcos Guilherme.

Curiosamente, nesta relação, há quatro atletas que só foram chamados porque outros foram cortados: o lateral-direito João Pedro, por exemplo, foi convocado na sexta-feira, após Cláudio Winck ser cortado por lesão. O jogador do Palmeiras chegou e foi imediatamente para o banco contra o Paraguai. Agora, terá sua oportunidade.

– Fiquei feliz de ser lembrado. Foi uma coisa louca, porque estava em São Paulo e tive que vir correndo. Essa chance é importante para a carreira de um atleta – disse o lateral.

Bressan seleção olímpica (Foto: Felipe Schmidt)
Bressan vai ganhar uma chance na equipe titular da seleção olímpica (Foto: Felipe Schmidt)

Situação parecida viveu Bressan. O zagueiro do Flamengo se integrou à equipe na última terça-feira, após o corte de Luan, do Vasco. Outros que ganharam uma chance foram o defensor Gustavo Henrique, substituto de Dória, e Filipe Augusto, que foi chamado para o lugar de Danilo.

– Fui pego de surpresa, logo após o clássico contra o Vasco. Vou tentar aproveitar ao máximo essa oportunidade. O importante é fazer o que venho fazendo no Flamengo. Aqui é seleção, onde cada um busca seu espaço para ir à Olimpíada, mas o importante é participar desse processo.

Além de observar novos nomes, Gallo vai também testar diferentes maneiras de jogar. Contra o Paraguai,  Vitinho foi o camisa 9 e comandou um ataque que primou pela velocidade e movimentação. Com Vinícius Araújo, que atua mais fixo na área, a tendência é que a característica da equipe mude.

– O Vitinho joga tanto nas beiradas como falso nove. Eu sou mais de área, aquele famoso centroavante, que procura estar sempre próximo do gol para concluir a jogada, mas também costumo sair da área e fazer jogadas, tenho essa facilidade. Muda a característica da frente, mas com o intuito de ajudar – avaliou Vinícius.

Fonte: São Luís, Maranhão

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com