Sampaio pode ter até seis desfalques no confronto com o Luverdense, Léo Condé evita criticar a arbitragem

Após o empate em 2 a 2 com o Botafogo, o Sampaio poderá ter até seis desfalques para enfrentar o Luverdense na próxima terça-feira. Além do zagueiro Luiz Otávio e do meia Nádson, que se recuperam de lesões, o zagueiro Plínio e o atacante Jheimy receberam o terceiro cartão amarelo, enquanto Pimentinha e Edgar deverão ser avaliados pelo departamento médico para saber se terão condições de jogo.

Diante do Botafogo, Pimentinha ficou fora do jogo por causa de um edema detectado na coxa direita. Inicialmente o problema não necessita de um tempo longo de recuperação, mas o atacante será reavaliado. Quem também passará por exames será o atacante Edgar, que foi substituído ainda no primeiro tempo após sentir uma lesão.

Com a baixa de Plínio, Mimica deverá ter nova chance no time titular ao lado de Edimar. Além disso, Douglas é o cotado para substituir Jheimy. Apesar das baixas, o lateral-direito Daniel Damião volta a ficar disponível para o técnico Léo Condé, após cumprir suspensão pelo terceiro cartão amarelo.

Com 46 pontos, o Sampaio ocupa a sexta colocação na Série B. O Tricolor volta a campo na próxima terça-feira, quando encara o Luverdense, em Paço das Emas.

Apesar das polêmicas de arbitragem, com duas mãos na bola e um gol irregular para cada lado, o técnico Léo Condé evitou falar sobre apito após o empate do Sampaio em 2 a 2 com o Botafogo. Além disso, o treinador elogiou a postura disciplinar do brasiliense Rodrigo Batista Raposo.

– Eu não vi o lance do primeiro gol e não sei se o Jheimy estava impedido ou não. Teve alguns lances do Botafogo de bola na mão. Mas é difícil fazer uma análise de arbitragem, sem ver o vídeo. Acho que de um modo geral, no aspecto disciplinar, ele conduziu bem o jogo.

Sobre a postura do Sampaio em campo, Condé destacou o volume de jogo produzido pelo Tricolor. Além disso, o treinador evitou criticar as oportunidades desperdiçadas durante os 90 minutos, destacando a boa atuação de Jefferson.

Léo Condé - Sampaio (Foto: Gustavo Arruda / Imirante.com)
Léo Condé evitou criticar a arbitragem após o empate (Foto: Gustavo Arruda / Imirante.com)

– Pelo o que a equipe produziu durante todo o jogo, o Sampaio merecia o empate. Foram duas bolas em que eles fizeram o gol e dois cruzamentos. No geral, o Sampaio dominou a partida e criou inúmeras oportunidades de gol. Não a toa o Jefferson é hoje, talvez o melhor goleiro do futebol brasileiro. Ele operou alguns milagres na partida de hoje. A gente não pode reclamar muito, porque a competição é dura.

Para fechar, o treinador Tricolor apontou a marcação forte do Sampaio durante a partida.

– O Botafogo sentiu porque o Sampaio marcou forte desde o início do jogo e não deu espaço para eles jogarem. A gente veio com uma proposta muito agressiva, pressionando a saída de bola e os jogadores entenderam isso. Mas tem o aspecto do gramado também, que é diferente do que eles estão acostumados a jogar. Se tivesse um pouco mais de tranquilidade, poderíamos criar mais, mas não posso reclamar muito da equipe, pelo domínio da partida.

Com o empate diante do Botafogo, o Sampaio chegou aos 46 pontos e assumiu a sexta colocação. O Tricolor volta a campo na próxima terça-feira, quando encara o Luverdense.

Fonte: São Luís

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com