O que fazer? Os ajustes que Bota, Fla e Flu precisam no recesso do Brasileiro

O tempo entre as 34ª e 35ª rodadas será longo no Campeonato Brasileiro. Por conta da paralisação da competição para a disputa das seleções nas eliminatórias para a Copa do Mundo, os clubes terão cerca de oito dias sem jogos e poderão focar na preparação em busca do reencontro com as vitórias. E do que Botafogo, Flamengo e Fluminense precisam neste tempo? O GloboEsporte.com explica:

BOTAFOGO: CALIBRAR O PÉ

Acabou o descanso. Depois de dois dias de folga, os jogadores do Botafogo se reapresentam na tarde desta terça-feira, em General Severiano, e terão oito treinos antes de enfrentar a Chapecoense, dia 16 na Arena. E a medida emergencial para Jair Ventura neste período é calibrar o pé do elenco. Há duas rodadas sem marcar, e consequentemente sem vencer, o Alvinegro tem o segundo pior ataque dos times que estão no G-6 do Campeonato Brasileiro com 41 gols em 34 jogos – só à frente do Atlético-PR, com 35. Leia mais aqui.

Rodrigo Pimpão, Santa Cruz x Botafogo (Foto: Agência Estado)
Último gol do Botafogo foi marcado no dia 19 de outubro, por Rodrigo Pimpão contra o Santa Cruz (Foto: Agência Estado)

FLAMENGO: MUDAR A CARA

Após dois dias de folga, o Flamengo se reapresenta na tarde desta terça-feira para dar início a uma longa preparação para o jogo contra o América-MG. Serão sete sessões de treinamentos – no domingo haverá descanso – nas quais Zé Ricardo poderá fazer seus ajustes para que a equipe volte a vencer no Campeonato Brasileiro após quatro rodadas e, assim, mantenha-se firma no G-3. Da defesa ao ataque, passando até pelo banco de reservas, o time rubro-negro deve ter mudanças no jogo do próximo dia 16, em Belo Horizonte. Réver, Rafael Vaz e Guerrero são desfalques certos. Leia mais aqui.

Donatti Flamengo treino (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
Com a zaga titular suspensa, Donatti deve fazer seu terceiro jogo pelo Flamengo (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)

FLUMINENSE: ARRUMAR DEFESA E MOBILIZAR TORCIDA

A partir desta terça-feira, quando assume como treinador do Fluminense, em substituição ao demitido Levir Culpi, Marcão terá sete dias de treinos para recolocar o time nos trilhos. O tempo é curto, verdade, porém, dado o recesso no Brasileirão para a 11ª rodada das eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, uma oportunidade de corrigir erros, especialmente na defesa, e mobilizar uma torcida desconfiada. Leia mais aqui.

Marcão Fluminense America (Foto: NELSON PEREZ/FLUMINENSE F.C.)
Depois da demissão de Levir, Marcão tentará levar Flu ao G-6 do Brasileiro (Foto: NELSON PEREZ/FLUMINENSE F.C.)
Fonte: Rio de Janeiro
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com