Luxemburgo pede debate amplo após polêmica: “Estou a favor do futebol”

Envolvido em uma polêmica após criticar a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) e levar uma suspensão, o técnico Vanderlei Luxemburgo voltou a comentar o assunto nesta segunda-feira, durante o “Bem, Amigos!”. O treinador do Flamengo, que protestou contra a entidade tapando a própria boca com um esparadrapo, disse que não quis chamar atenção para si, mas provocar um debate mais amplo sobre a questão (assista ao vídeo).

– As pessoas estão confundindo as coisas. Existe uma coisa muito clara, não estou preocupado comigo, em momento algum defendi o Vanderlei Luxemburgo, defendi uma situação para o futebol brasileiro (…) Quando discuti aquilo ali não é uma preocupação minha, existe uma discussão que deveria ser maior – afirmou.

VAnderlei Luxemburgo; Flamengo; Bem, Amigos (Foto: Reprodução/SporTV)
Vanderlei Luxemburgo diz que não quis chamar atenção para si ao protestar (Foto: Reprodução/SporTV)

O técnico flamenguista garantiu ainda que trata-se de provocar discussão sobre o futebol carioca e o futebol brasileiro e descartou problemas diretos com o presidente da Federação, Rubens Lopes. Ao lembrar a origem da polêmica, quando reclamou do regulamento do Campeonato Carioca e da limitação para utilizar jogadores da categoria de base, ele voltou a fazer criticas e não eximiu os dirigentes de culpa.

– Não quero saber se é Rubinho, fulano, beltrano ou ciclano que está na Federação, não interessa. A Federação poderia chamar os técnicos, como já me chamaram em São Paulo algumas vezes, para participar da formatação do campeonato, discutir junto com a televisão, a federação, junto com o dirigente. Não é só a Federação que está equivocada, não. Os dirigentes que assinou esses contratos também são culpados porque eles não permitem que jogadores jovens dos seus clubes possam aflorar. A televisão também é responsável porque exige que tenha um campeonato de alto nível para que ela possa comprar. Essa discussão é muito maior do que dizer que estou contra alguém. Estou a favor do futebol, não é contra ninguém. A única coisa que gostaria é que me chamasses, a mim ou a outros profissionais, para participar de um debate mais amplo – completou.

Protesto jogadores Flamengo X Fluminense (Foto: Alexandre Cassiano / Agência O globo)jogadores repetiram gesto do treinador no Fla-Flu (Foto: Alexandre Cassiano / Agência O globo)

O apresentador Galvão Bueno também comentou o assunto e criticou a punição imposta a Vanderlei Luxemburgo, que ficou de fora do clássico do último domingo, quando o Flamengo venceu o Fluminense por 3 a 0. Antes da partida, jogadores dos dois clubes imitaram o gesto do técnico, em sinal de apoio. 

– É engraçado o negócio da mordaça, mas o assunto é muito sério porque envolve declarações duras do Luxemburgo, mas envolve atitude arbitrária na minha maneira de ver as coisas, então acho que critica todo mundo tem direito a fazer. Não vivemos em uma democracia? Se você não gosta tem direito de criticar, agora por criticar tem que ser suspenso ou ameaçado? Isso para mim é coisa do passado, de um passado que a gente não gosta nem de se lembrar – disse.

 

Fonte:  São Paulo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com