Fla vai enxugar elenco e usar Carioca e Liga de vestibular para Libertadores

Com intervalo de 10 dias da partida contra o Botafogo e o jogo da próxima quarta-feira, diante do América-MG, em Belo Horizonte, o Flamengo passa por reuniões diárias para traçar estratégias e diretrizes para a temporada de 2017.

A volta para a Libertadores vai ter um autêntico vestibular. A Primeira Liga e o Campeonato Carioca serão competições em que a garotada vai ser testada para ganhar espaço no time principal. A prioridade, é claro, será o torneio continental – de resultados frustrantes e eliminações precoces para o clube nas últimas participações.

Antes, evidentemente, todo esforço é válido nos últimos quatro jogos do Campeonato Brasileiro para evitar a fase de mata-mata antes da fase de grupo da Libertadores.

Para colocar em prática essa filosofia de valorização da base – desta vez, é o que garantem do Ninho do Urubu até a Gávea, para valer -, o elenco será menor. O plantel do profissional hoje tem 33 jogadores – contando quatro goleiros e outros jovens que tiveram poucas oportunidades e que já treinam com o grupo principal de Zé Ricardo. O número de atletas ainda está sendo discutido, mas deve ficar em torno de 28 jogadores.

Em 2016, havia preocupação de contar com mais peças de reposição do que o habitual devido à particularidade do ano de viagens constantes e jogos com pequeno intervalo de recuperação entre estradas e aviões. Embora já haja sinais do “bye bye, Brasil” versão 2017, nos encontros da comissão técnica, dos médicos e fisiologistas, o departamento de futebol concluiu que um grupo mais enxuto, seguindo à risca a programação e as precauções do Centro de Excelência em Performance, aguenta o desgaste da temporada.

O técnico Zé Ricardo deixou escapar em coletiva de imprensa recente ponta de frustraçãona utilização abaixo do esperado dos garotos formados pelo clube – muitos deles foram campeões da Copinha deste ano. Jogadores como Léo Duarte, que jogou no momento em que não havia outra opção com a saída de Wallace e de César Martins, Ronaldo, Lucas Paquetá e Thiago Santos atuaram pouco nesta temporada. As possíveis saídas de Juan, que pode se aposentar, Emerson Sheik e Alan Patrick devem abrir espaço para a utilização dos garotos.

Fonte: Rio de Janeiro

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com