Festa para o Rio, discussão, tapa e dancinha de René

Os 450 anos do Rio de Janeiro foram comemorados em grande estilo no Maracanã, que recebeu quase 50 mil torcedores para assistir ao Botafogo vencer o Flamengo por 1 a 0, gol de Tomas. A data foi celebrada com direito ao hino da cidade sendo tocado antes de a bola rolar. Quando rolou, os zagueiros dos dois times sofreram, assim como Jefferson. No entanto, o goleiro alvinegro, mais uma vez, fechou o gol.

Gol, por sinal, feito apenas por Tomas e que resultou em uma comemoração curiosa do técnico René Simões, do Botafogo. Antes, no entanto, o clima estava quente e Bill e Bressan se estranharam em ao menos duas vezes. Mas nada que tirasse o brilho da bonita festa no Maracanã e muito menos o sorriso dos líderes e vitoriosos botafoguenses.

Veja todos os lances abaixo:

CIDADE MARAVILHOSA…

Os 450 anos do Rio de Janeiro, completados neste último domingo, ditaram o ritmo das comemorações, com direito a “Cidade Maravilhosa” sendo tocado pela banda Bangalafumenga. Ídolos do passado entraram em campo juntos com os jogadores dos dois times. O que também chamou a atenção na entrada dos times foram os uniformes. O Flamengo estreando o seu terceiro, e o Botafogo com novos patrocinadores.

LOGO CEDO

O Flamengo perdeu logo no começo do jogo, aos 17 minutos, o zagueiro Samir. Ao saltar para disputar bola no alto com Bill, o defensor caiu sentindo muitas dores na coxa direita. Saiu de maca e foi chorando para o vestiário. No seu lugar, entrou Bressan.

NERVOSISMO?

Do lado alvinegro, o zagueiro Renan Fonseca deu alguns sustos na torcida durante a etapa inicial, se firmando no segundo tempo. Talvez por nervosismo por estar jogando seu primeiro clássico com a camisa alvinegra, o defensor saiu jogando errado em alguns lances e perdendo bolas importantes. Para sua sorte, o Flamengo não aproveitou.

CLIMA QUENTE

O bicho pegou no segundo tempo da partida. Em dois lances, Bill, atacante do Botafogo, e Bressan, zagueiro do Flamengo, se estranharam. No primeiro, o centroavante deu um tapa no rosto do defensor, que deu o troco em disputa de bola minutos depois, deixando o pé.

DANÇA DOS FAMOSOS

René Simões não se conteve com o gol alvinegro. Na comemoração, o treinador do Botafogo ensaiou uma dancinha, na qual dava uns pulos e gesticulava com os braços ao mesmo tempo, com os punhos sempre fechados. Roubou a cena.

QUE ISSO?

Canteros fez um bom primeiro tempo, mas caiu de produção na etapa final. Homem das bolas paradas rubro-negra, ensaiou uma jogada com Arthur Maia e recebeu a bola em ótimas condições perto da área. Porém, na hora em que iria cruzar, chutou o gramado, em lance bisonho.

É SELEÇÃO!

Jefferson novamente mostrou o porquê de ser o goleiro titular da seleção brasileira. O camisa 1 alvinegro fechou o gol e apareceu seguro sempre que exigido, assegurando mais um triunfo do Botafogo, líder do Campeonato Carioca.

Fonte: Rio de Janeiro

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com