Um ano depois, como a delação da JBS mudou a agenda do governo Temer

BRASÍLIA — Na noite do dia 17 de maio do ano passado, o presidente Michel Temer e o ministro Antonio Imbassahy (Secretaria de Governo) discutiam com governadores do Nordeste um alívio na dívida dos estados em troca de ajuda na conquista de votos para a reforma da Previdência. Foi quando dois assessores presidenciais entraram abruptamente na sala.

Geralmente discretos, os auxiliares do presidente acenavam de forma insistente para Imbassahy. Contrariado, o ministro foi até os assessores, que lhe mostraram a notícia publicada às 19h30m no site do GLOBO, em reportagem de Lauro Jardim e Guilherme Amado. Imbassahy, então, deu a volta na mesa e cochichou no ouvido do presidente:

— A reunião tem que acabar agora! — alertou.

Ali começava uma nova jornada. A gravidade dos fatos revelados fez com que o Planalto passasse a travar uma luta pela sobrevivência, que perdura até hoje. Em série de reportagens especiais, O GLOBO conta, um ano depois, o impacto das acusações que mudaram a agenda do governo Temer.

Fonte: EDUARDO BRESCIANI do oglobo.globo.com

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com