gov
TSE aceita pedido de Dilma e vai apurar vazamentos de depoimento de Marcelo Odebrecht – barradocorda.com – Ribamar Guimarães – “o bom maranhense”
Publicado em: 24 de março de 2017 - 07:54

TSE aceita pedido de Dilma e vai apurar vazamentos de depoimento de Marcelo Odebrecht

BRASÍLIA – O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aceitou, nesta quinta-feira, pedido da defesa da ex-presidente Dilma Rousseff e abriu um procedimento interno para apurar vazamentos de trechos da delação premiada do ex-executivo Marcelo Odebrecht, que afirmou em depoimento que a petista sabia de caixa dois na campanha de 2014 para a Presidência.

O despacho é assinado pelo juiz auxiliar da Corregedoria Geral da Justiça Eleitoral, Bruno César Lorencini. Ele lembra, no documento, que a Constituição Federal garante o sigilo da fonte. Ressalta, no entanto, que todos os envolvidos na investigação, entre eles o Ministério Público, “têm o dever de observar a determinação judicial que impôs a confidencialidade, cujo descumprimento acarreta consequências administrativas, cíveis e criminais”.

Além de abrir a investigação, Lorencini diz ainda que encaminhará o expediente à Procuradoria Geral da República para que tome as providências cabíveis.

O empreiteiro Marcelo Odebrecht afirmou, em depoimento ao TSE, que Dilma tinha conhecimento do uso de dinheiro de caixa 2 para pagar o marqueteiro João Santana, responsável pela campanha à reeleição em 2014. O empresário também disse que não conversou diretamente com Dilma sobre esse assunto.

Trechos do depoimento que incriminam Dilma e outros petistas — como o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e os ex-ministros Antonio Palocci, Guido Mantega e Paulo Bernardo — foram divulgados nesta quinta-feira pelo site “O Antagonista” e tiveram sua veracidade confirmada pelo GLOBO. Como Dilma não é mais presidente, na prática a ação em curso no TSE pode levar à cassação do mandato de Temer. Mas o empresário negou ter tratado de repasse de dinheiro para campanhas diretamente com o presidente. Segundo Marcelo Odebrecht, a negociação foi com um aliado próximo de Temer, o atual ministro da Casa Civil Eliseu Padilha.

— A Dilma sabia da dimensão da nossa doação, e sabia que nós éramos quem doa… quem fazia grande parte dos pagamentos via caixa dois para João Santana. Isso ela sabia — disse Marcelo Odebrecht no depoimento prestado em 1º de março.

Fonte: LETICIA FERNANDES do site http://oglobo.globo.com

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar essas tags html: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Rádio

Enquete

Você é a favor do isolamento social em época do Coronavírus?

  • Sim (100%, 7 Votos)
  • Não (0%, 0 Votos)

Total de votantes: 7

Carregando ... Carregando ...

Facebook

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com