Trump: China vai reduzir tarifas de carros dos EUA

China aceitou “reduzir e eliminar” as tarifas dos automóveis importados dos Estados Unidos, anunciou o presidente presidente Donald Trump, depois de estabelecer com o presidente chinês, Xi Jinping, uma trégua na guerra comercial entre as duas principais economias do mundo.

“A China concordou em reduzir e eliminar as taxas dos automóveis que entram na China a partir dos EUA. Atualmente, a tarifa é de 40%”, escreveu Trump no Twitter, que se reuniu no sábado com Xi Jinpingapós o encontro de cúpula do G20 em Buenos Aires.

As Bolsas da Ásia registraram alta nesta segunda-feira, após a notícia de que Washington e Pequim concordaram com uma trégua de três meses para não impor novas tarifas, enquanto negociam um acordo mais detalhado.

Com o acordo entre os países, os índices acionários chineses registraram seu maior ganho diário em um mês.

Como foi o acordo?

No sábado, Trump e Xi estabeleceram uma pausa na guerra de tarifas que afetou os mercados ao redor do planeta durante meses.

Os presidentes dos EUA e da China têm no G20 o primeiro encontro desde que o governo americano elevou tarifas sobre mais de US$ 200 bilhões de importações chinesas em julho — Foto: AFP/Getty via BBC

Os presidentes dos EUA e da China têm no G20 o primeiro encontro desde que o governo americano elevou tarifas sobre mais de US$ 200 bilhões de importações chinesas em julho — Foto: AFP/Getty via BBC

O presidente americano chamou de “incrível” o pacto com o qual Washington espera reduzir o gigantesco déficit comercial com Pequim e ajudar a proteger a propriedade intelectual dos Estados Unidos.

Trump se comprometeu a não cumprir a ameaça de elevar de 10% para 25% as tarifas das importações de produtos chineses no valor de 200 bilhões de dólares a partir de 1 de janeiro.

Em troca, a China deve comprar uma quantidade “muito importante” de produtos agrícolas, de energia, industriais e outros bens dos Estados Unidos.

Trump não publicou nenhum tuíte posterior no domingo para explicar quais tarifas de automóveis serão eliminadas e quais serão reduzidas.

A China reduziu em julho as tarifas de importação de automóveis de 25% a 15%. Mas com o aumento da tensão comercial, Pequim impôs aos veículos americanos uma taxa adicional de 25%, o que elevou a carga de impostos a 40%.

Por France Presse

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com