gov
Trocas de sementes se torna um sucesso em Barra do Corda – barradocorda.com – Ribamar Guimarães – “o bom maranhense”
Publicado em: 24 de novembro de 2017 - 20:03

Trocas de sementes se torna um sucesso em Barra do Corda

 

 

 

 

 

 

As sementes crioulas são tradicionais, ou seja, elas foram mantidas e selecionadas por várias décadas através dos agricultores tradicionais (agricultura familiar). Estas sementes guardam em si a riqueza natural das nossas terras e, por isto, devem ser preservadas e disseminadas.

Para celebrar e propagar o cultivo destas riquezas, existem diversas feiras de trocas de sementes crioulas, é muito legal e vale a pena participar, estes eventos acontecem mais em cidades interioranas, onde a cultura das sementes é mais forte.

Por denominação, as sementes crioulas são variedades desenvolvidas, adaptadas ou produzidas por agricultores familiares, assentados da reforma agrária, quilombolas ou indígenas, com características bem determinadas e reconhecidas pelas respectivas comunidades, estas sementes, passadas de geração em geração, são preservadas nos muitos bancos de sementes que existem no Brasil.

As sementes crioulas constituem um imenso repositório genético não somente para as comunidades que as conservam, mas para toda a humanidade.

 

Um banco de sementes também serve como garantia para os produtores rurais, pois mesmo os melhores exemplares podem sofrer com problemas climáticos, como a falta ou o excesso de chuva. Caso uma safra seja prejudicada, os agricultores podem contar com as sementes estocadas para recuperar a produção.

Estiveram presente o Leocádio Cunha – Superintendente de Articulações Políticas do Estado, Paulo Coelho (Coordenador Regional do plano MAIS IDH), Maria Míria Araújo de Oliveira (Gestora Regional da AGERP de Barra do Corda), Kassi (Vereadora), Rivelino do Alim (Secretário Municipal de Agricultura de Barra do Corda), Djamilton Santos Muniz (Engenheiro Agrônomo (Secretaria Municipal de Agricultura de Barra do Corda) e representantes indígenas Canela, Guajajara e Timbíras. A palestras inicial do evento foi ministrada pela engenheira agrônoma Silmara Silva Sousa que é a Coordenadora do Departamento de Mudas, sementes/crioulas

Silmara Silva (esquerda), Paulo coelho (centro) e Míria de Oliveira (direita)
Silmara Silva (esquerda), Rivelino do Alim(centro) e Míria de Oliveira (direita)
Silmara Silva (esquerda), Kassi (centro) e Míria de Oliveira (direita)
Miria de Oliveira e Leocádio Cunha

Fonte: http://www.sistemajitirana.com.br

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar essas tags html: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Facebook