gov
Suspeito de assassinar ex-prefeito Nenzin é investigado por outro homicídio – barradocorda.com – Ribamar Guimarães – “o bom maranhense”
Publicado em: 27 de abril de 2018 - 18:42

Suspeito de assassinar ex-prefeito Nenzin é investigado por outro homicídio

A Polícia Civil de Barra do Corda encaminhou nesta quinta-feira (26), mais um inquérito contra o vaqueiro Luzivan Rodrigues da Conceição Nunes, o “Luizão”, pelo delito de outro homicídio qualificado. Os investigadores apuraram que Luizão seria o responsável pela morte de Raimundo Nonato de Jesus, em 12/08/2010, no povoado Sao José do Mearim. Luizão era ex-funcionário do ex-prefeito de Barra do Corda, Nenzim, assassinado em dezembro de 2017. O vaqueiro é suspeito de ter efetuado os disparos que mataram Nenzin, em cooperação com o filho da vítima, Mariano Júnior, acusado de ser o mandante do assassinado.

Segundo as investigações, Luizão teria assassinado Raimundo com vários disparos de arma de fogo após uma discussão sobre o furto de um motor serra. O crime estava impune desde a presente data, por medo dos familiares da vítima em procurar a polícia e sofrerem represálias por parte do assassino.

Com a prisão deste por suspeita de envolvimento na morte do ex-prefeito Nenzin, a polícia judiciária recebeu denuncias via redes sociais da ocorrência desse crime, sendo possível então localizar os familiares da vítima e concluir as investigações. De acordo com informações policiais, Luizão teria confessado o crime em seu interrogatório.

A Polícia investiga agora se há outros crimes contra a vida perpetrados pelo suspeito, já que existem evidências e informações de outros homicídios praticados por ele contra pessoas dessa região.

Pelo crime contra a vida de Raimundo Nonato, a Polícia Civil representou novo mandado de prisão preventiva contra Luizão.

Relembre o caso Nenzim

Nenzim foi morto com um tiro no pescoço em dezembro do ano passado, dia em que o ex-prefeito faria a contagem das cabeças de gado da sua fazenda após suspeita de roubo do rebanho. Em uma das fazendas deveria haver 635 cabeças de gado. No entanto, apenas 81 bois teriam restado no local.

Mariano Júnior, conhecido como “Júnior Nenzin”, filho do ex-prefeito, está preso preventivamente por suspeita de envolvimento no assassinato do próprio pai. Ele teria participado do crime por questões financeiras relativas à herança e furto de gado cometido por ele.

No último dia 2, a Polícia Civil fez a reconstituição da morte de “Nenzim”. Além de Mariano Júnior, também é suspeito Luzivan Rodrigues da Conceição Nunes, conhecido como ‘Luizão’, ex-funcionário da vítima e quem teria feito o disparo.

As informação são do site folhadobico.com.br

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar essas tags html: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Rádio

Enquete

COMO VOCÊ AVALIA A ATUAL ADMINISTRAÇÃO DE BARRA DO CORDA?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Videos

Facebook