Sem acordo do Brexit, Reino Unido terá recessão em 2019, diz UBS Investment Bank

LONDRES – O pior cenário para a economia do Reino Unido é entrar em recessão em 2019 se um acordo do Brexit (saída dos britânicos da União Europeia) não for efetivado, na avaliação do estrategista-chefe para juros e economia para o Reino Unido do UBS Investment Bank, John Wraith. “Num cenário de não acordo, o país vai passar por uma recessão no ano que vem. Não será uma recessão profunda, como a que foi consequência de 2008 (crise financeira internacional), mas será difícil e os bancos passarão por testes de estresse”, disse a jornalistas durante café da manhã para apresentar os cenários da instituição para o ano que vem.

Pelos cálculos do economista, do plebiscito de junho de 2016, o Reino Unido perdeu 2% de seu Produto Interno Bruto (PIB). Outros 8% de perdas poderão ser contabilizados no caso de um no-deal, de acordo com ele, totalizando uma queda para a atividade do país de 10%. “É um número grande, mas é um grande problema também”, comparou.

Brexit
O banco também projeta valorização da libra e com a inflação doméstica subjacente, antes de reacelerar em 2020Foto: Tim Ireland/AP

A situação não será tão ruim, de acordo com Wraith, porque o déficit britânico está sob controle. Ele acredita que poderá haver implicações políticas e logísticas que terão impacto negativo para o país, mas em termos econômicos não será uma queda tão profunda. Isso porque, em um cenário como esse, a libra tende a cair e passa a gerar outros estímulos para a economia local.

O estrategista explicou que esse cenário é o mais radical da instituição e que não foi feita uma projeção em relação à possibilidade de ele ser concretizado. “Estamos convencidos agora de que será um soft Brexit”, explicou, usando o termo para uma transição suave da separação do Reino Unido com o bloco comum. Questionado sobre o que poderia ocorrer para que o UBS viesse a incorporar esse cenário como o principal, ele parou para pensar e ainda mostrou dúvidas. “O que pode ser fato para mudar o nosso cenário? Eu realmente não sei, acho que só quando uma coisa realmente acontecer…”, disse. Num movimento de choque extremo, Wraith também previu que a relação do euro/libra poderia chegar a 1,30. Nesta manhã, quando há uma alta de quase 2% da moeda única em relação à britânica, a relação é de 0,8835.

Foi durante a coletiva de imprensa que os presentes – diretoria do UBS e jornalistas – souberam das primeiras renúncias do governo um dia após a cúpula da administração de Theresa May ter aprovado o acordo do Brexit fechado previamente em nível técnico. “Dominic acabou de renunciar e o mercado acaba de reagir”, salientou o economista, citando o pedido de demissão do ministro do Brexit, Dominic Raab. Até o momento, quatro membros já deixaram o governo.

Para o estrategista para o Reino Unido do UBS, a economia do país tem mostrado resiliência em meio à grande turbulência pela qual tem passado com o divórcio da União Europeia. “Neste ponto, estamos particularmente felizes com o acordo. Se isso acontecer (o acordo for aprovado), haverá um início do período de transição, que pode chegar até 2021. Haverá um período em que esperamos que a confiança, o sentimento, os investimentos vão se recuperar a partir do segundo semestre de 2019”, citou, acrescentando que números de desempregos baixos, produtividade baixa e juros baixos são ingredientes para que se acelere economia. “Devemos dar uma virada”, previu.

As projeções do UBS apresentadas hoje contemplam uma aceleração do PIB britânico de 1,2% em 2018 para 1,8% no ano que vem. Para 2020, no entanto, é considerada uma desaceleração de 1,3% da atividade. O banco também projeta que a inflação ao consumidor ficará um pouco abaixo de 2% no próximo ano com a valorização da libra e com a inflação doméstica subjacente, antes de reacelerar em 2020. “A economia se comportou melhor do que o imaginado em 2018, depois de um primeiro trimestre muito fraco”, avaliou.

Por: Célia Froufe, O Estado de S.Paulo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com