Segundo lugar em redação, maranhense toma posse como jovem senador

O estudante da rede estadual Silmark de Araújo Alencar, do Centro de Ensino Ana Isabel Tavares, na cidade de Dom Pedro, conquistou o segundo lugar no Concurso de Redação do Senado Federal e tomou posse nesta terça-feira (28) como jovem senador, em Brasília.

Com a redação “Brasil: intolerância miscigenada”, o maranhense concorreu em um universo de 154 mil estudantes brasileiros que escreveram sobre o tema “Brasil plural: para falar de intolerância”. Ele ficou atrás apenas da estudante brasiliense Bruna Neri Cardoso Brandão, do Colégio Militar Dom Pedro II, do Distrito Federal, com a redação “Intolerância: barreira para a igualdade de gênero”.

Silmark de Araújo Alencar e outros 26 estudantes selecionados por meio do concurso de redação, um de cada estado brasileiro e do DF, participarão durante esta semana de reuniões em comissões e no Plenário do Senado, e poderão apresentar propostas que, se aprovadas pela Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH), tramitarão como projetos de lei.

Pronunciamento do estudante no Senado. (Foto: Agência Senado)

Pronunciamento do estudante no Senado. (Foto: Agência Senado)

Nesta terça os jovens participaram no Plenário de sessão especial destinada a dar posse aos senadores do Programa Senado Jovem Brasileiro 2017. Na ocasião realizaram a eleição da mesa e foram certificados como os jovens senadores.

Na jornada em Brasília eles estão acompanhados dos professores orientadores e coordenadores estaduais do projeto. Pelo Maranhão participam a professora: Maria Edilene Ladislau Jadão; a mãe do estudante, Marilene de Araújo; a coordenadora Millena Kelly Costa da Silva e a Supervisora de Políticas Educacionais para Juventude, Renata Martins.

Para o maranhense foi uma experiência ímpar para sua formação política e cidadã. “Está sendo uma oportunidade incrível conhecer o processo legislativo, a sede da democracia brasileira, ter a oportunidade de conhecer jovens de diferentes culturas, sentir o valor da educação e ver que, com o estudo, o jovem pode ser reconhecido pelo seu esforço e chegar até aqui. Estou feliz pela valorização do meu projeto. A educação pode mudar a minha vida. Eu sei que vai”, revelou o estudante.

O Jovem Senador 

Anualmente, o projeto seleciona, por meio de um concurso de redação, 27 estudantes do ensino médio de escolas públicas estaduais, com idade até 19 anos, para vivenciarem o trabalho dos senadores em Brasília. Várias sugestões legislativas apresentadas pelos estudantes já foram convertidas em projetos de lei e tramitam nas comissões do Senado.

O projeto é voltado para a educação política dos jovens, como parte da Política de Responsabilidade Social do Senado, e conta com a parceria do Ministério da Educação e do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed). Também apoiam a iniciativa as secretarias de Educação dos estados e do Distrito Federal.

Fonte: Agência Senado

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com