Romeiros do Maranhão percorrem 3 mil km de ônibus em viagem a Aparecida, SP

Um grupo de 200 fiéis vai percorrer mais de 3 mil quilômetros, em uma viagem de dois dias de ônibus, a partir de Cândido Mendes, no Maranhão, para visitar o Santuário dedicado à Nossa Senhora Aparecida, no interior de São Paulo. Para muitos dos romeiros da excursão, essa será a primeira visita à basílica em Aparecida (SP).

A viagem até à basílica é uma tradição na Diocese de Zé Doca, que há dez anos promove as viagens. Contudo, em 2017, a comemoração aos 300 anos do encontro da imagem da Santa mobilizou os fiéis e ampliou o evento. Normalmente, apenas um ônibus costuma ser fretado para a viagem. Desta vez, são quatro.

“A réplica da imagem passou pela nossa diocese e aflorou muito a devoção”, conta o padre André Luiz Brás Lima, um dos organizadores da romaria, que conta com representantes de quase todas as 20 paróquias da diocese. “Muitos estão indo pela primeira vez”, disse.

Os romeiros saem de Cândido Mendes na noite desta terça-feira (26) e enfrentam dois dias e duas noites de estrada. O grupo tem programação em Aparecida entre os dias 29 de setembro e 1º de outubro e chega de volta à cidade-natal no dia 4 de outubro.

Padre Raimundo mantém a tradição da diocese de visitar Aparecida anualmente (Foto: Arquivo pessoal/Raimundo Pereira de Almeida)

Padre Raimundo mantém a tradição da diocese de visitar Aparecida anualmente (Foto: Arquivo pessoal/Raimundo Pereira de Almeida)

O pároco Raimundo Pereira de Almeida, também organizador da viagem, conta que a data da romaria foi escolhida depois que o bispo da diocese, Dom João Kot, conseguiu reservar, ainda em 2016, quando esteve no Santuário, uma data para celebrar uma missa em Aparecida neste ano.

“O motivo da missa é justamente o jubileu”, conta. Assim, a romaria do Maranhão acompanhará, no templo mariano, uma celebração presidida pelo bispo da diocese. Ela acontece no dia 30, às 9h.

“Nossa romaria leva pessoas que nunca conseguiriam ir até Aparecida sozinhas, por diferentes situações. É uma emoção enorme quando elas se veem dentro do Santuário, muitas não acreditam que estão lá”, conta o padre.

Trajeto

O trajeto de 48 horas conta com paradas ao longo do caminho. No caminho, os viajantes alternam períodos de descanso com momentos de oração.

Para compensar a viagem longa, a romaria inclui outros pontos de visitação, como o Santuário do Pai Eterno (GO), e a Canção Nova, em Cachoeira Paulista (SP).

Na volta para casa, o grupo faz uma parada no único destrino não religioso da viagem, Caldas Novas (GO), onde visitam um parque de águas.

Fonte: G1 Vale do Paraíba e região

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com