gov
PF prende em São Luís quatro suspeitos de aplicar golpes pelo WhatsApp – barradocorda.com – Ribamar Guimarães – “o bom maranhense”
Publicado em: 17 de julho de 2018 - 14:12

PF prende em São Luís quatro suspeitos de aplicar golpes pelo WhatsApp

Uma operação da Polícia Federal em conjunto com a Polícia Civil do Maranhão e do Paraná prendeu na manhã desta terça-feira (17), em São Luís, quatro suspeitos de integrar quadrilha que aplicava golpes pelo aplicativo whatsapp.

Segundo o delegado do Departamento de Combate a Crimes Tecnológicos da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), Odilardo Muniz dentre os presos está Leonel Silva Pires Júnior que seria o chefe da organização.

O delegado Odilardo Muniz disse que Leonel se passou por político e conseguiu por meio do golpe um depósito no valor de R$ 70 mil. “O Leonel fez várias vítimas como, por exemplo, o deputado Adriano Sarney. Os mandados que estamos cumprindo aqui teve como vítima a pessoa do Adriano Sarney, que depositou 70 mil reais em contas fraudulentas para o Leonel e para os seus comparsas”.

De acordo com o delegado, Leonel usava a sua empresa para realizar os golpes. “Leonel utilizou a sua empresa para conseguir chips para justamente trocar esses chips. Ele cancelava o chip real e resgatava no chip normal. Dos 120 chips que ele tinha, que a sua empresa faturou, 79 foram utilizados para golpes só na operadora Vivo”.

Leonel se passou por político e conseguiu por meio do golpe um depósito no valor de R$ 70 mil.  (Foto: Reprodução/ TV Mirante)

Leonel se passou por político e conseguiu por meio do golpe um depósito no valor de R$ 70 mil. (Foto: Reprodução/ TV Mirante)

Leonel já havia sido indiciado em 2016 por ser o líder de uma quadrilha que aplicava golpes por meio do whatsapp. “Em 2016 ele foi indiciado pela Seic por participar de uma quadrilha do whatsapp, onde ele era o cabeça e não foi preso porque ele se evadiu do local. Ele conseguiu o habeas corpus e respondeu em liberdade. Leonel já tem um processo de 2016 com o mesmo delito e agora duas prisões, tanto na federal como na estadual”, revelou o delegado.

Muniz acrescentou que Leonel Silva Pires Júnior será interrogado e encaminhado ainda nesta terça para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, na capital. “O Leonel está indo para a Polícia Federal, onde eu vou interrogá-lo agora junto com o delegado federal, responsável pelo caso, e os outros já estão na Polícia Civil, onde vão ser interrogados e encaminhados para a penitenciária”, finalizou.

Policiais realizaram mandados de busca e apreensão em São Luís (Foto: Douglas Pinto/TV Mirante)

Policiais realizaram mandados de busca e apreensão em São Luís (Foto: Douglas Pinto/TV Mirante)

Operação Swindle

De acordo com investigadores, com os números clonados, os agentes criminosos usavam contas de WhatsApp de autoridades públicas e solicitavam transferências bancárias das pessoas da lista de contatos do telefone alvo de fraude.

A polícia investiga os crimes de invasão de dispositivo informático, estelionato e associação criminosa.

Fonte: G1 MA

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar essas tags html: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Rádio

Enquete

Se você fosse o Presidente Eleito do Brasil o que melhoraria de imediato no País?

Ver Resultados

Carregando ... Carregando ...

Videos

Facebook