Regras protetivas para usuários da internet: crimes afetam crianças e adultos

Uma em cada 4 crianças já sofreu ofensas na internet. Os dados foram confirmados por pesquisa realizada pelo Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br). Autor de projeto de lei que cria mecanismos de proteção para usuários da internet, o deputado Hildo Rocha repercutiu os números da pesquisa no plenário da Câmara federal.

De acordo com o parlamentar, a proposta irá criar facilidades para o sistema de segurança pública e outros órgãos possam exercer as atividades investigativas e preventivas com maior eficiência. “É necessário que aprovemos esse projeto para impedir que crianças, e demais usuários da internet, sejam vítimas de ofensas e tantos outros crimes praticados por meio da internet”, destacou o deputado.

Terra sem lei

Rocha enfatizou que a internet é terra sem lei. “A inexistência de dispositivos legais eficientes, capazes de inibir o uso de perfis falsos, nas redes sociais (fakes), é um campo fértil para a proliferação de ocorrências devastadoras que afetam a honra de pessoas de todas as idades. Nem as crianças são poupadas. Portanto, espero que a nossa proposta, o PL 215/2015, entre na pauta já no início do próximo ano”, destacou o parlamentar.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com