Não podemos perder a indignação

Nesse final do mês de outubro parece-me que todas as mazelas do ano inteiro resolveram manifestar-se.

Acidentes brutais e perfeitamente evitáveis, assaltos á mão armada, pessoas morrendo á míngua por falta de exames no momento certo estupros, assassinato de policial, tráfico, julgamento de assassino por motivo torpe, o grande êxodo de trabalhadores em busca de emprego, a falta d’água causada pela má gestão da CAEMA, que cobra por um serviço que não faz e quando faz deixa a desejar.

Será que só nos restará a indignação?

Nosso governo perdeu o rumo, perdeu o apoio da opinião pública. As coisas estão rodando em falso. O governo não pode deixar de produzir resultados por isso estamos no meio da crise. E que crise, generalizada em todos os setores. A má gestão e o descaso estão em todas as partes.

Enquanto não formos uma rede de pessoas que tenham compromisso com o nosso município e com nossas instituições, enquanto as pessoas não tiverem sensibilidade institucional em diversas posições, que possam conduzir o processo e cobrar resultados, os desmandos continuarão “correndo frouxo”.
Não podemos perder a indignação. Porque a situação pela qual estamos passando é indigna.

O nosso prefeito precisa entender que a virtude da política não é pessoal, é a virtude de colocar um objetivo que seja aceito democraticamente e fazer com que ele aconteça. O melhor estilo de governar é ouvindo as pessoas elas já saem muito aliviadas. As pessoas que tem sua diversidade de visões, de interesses, essas pessoas é que temos que ouvir e tentar entender e procurar atender as suas reais necessidades. Você tem que entender e procurar atender as suas reais necessidades com eficiência e eficácia. E tem que saber conduzir.
Para nós cidadãos honestos é deprimente assistir a esse espetáculo deprimente de desgoverno, de má gestão, de falta de respeito com a coisa pública.

O cidadão comum é desrespeitado nas suas necessidades mais urgentes, mais básicas. Aqui em Barra do Corda nossos vereadores agradecem quando o prefeito conserta uma estrada, como se isso não fosse sua obrigação, as pessoas soltam foguetes quando sai o pagamento de seus salários “em dias”, como fala o prefeito. A população “lambe as botas” de seus opressores e o legislativo conivente tecem “loas” aos grandes projetos inacabados e mal feitos. Obras com orçamento alto e resultados medíocres.
Acorda Barra do Corda!

A educação pede socorro, a saúde pede socorro, as ações sociais estão acéfala desde a saída da secretária.
O governo que ai está perdeu a capacidade de conduzir o processo de gestão do nosso município.

Pense Nisso.
28/10/2015

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com