Greve de caminhoneiros suspende produção agrícola em Balsas

Desde o início da manifestação dos caminhoneiros na última segunda-feira (21), esgotou combustível nos postos de gasolina do município de Balsas, a 810 km de São Luís. Em todos os estabelecimentos as bombas estão desligadas e por isso, o transporte na produção agrícola está suspenso deixando centenas de caminhões graneleiros parados.

Com a paralisação, os caminhões-tanque que saem de São Luís estão parados nos bloqueios da BR-230. Em média, 400 caminhões deixam de ser carregados na região sul do Maranhão e nos últimos quatro dias pelo menos 50 mil toneladas de grãos deixaram de ser transportados para o porto do Itaqui na capital e para o terminal da ferrovia norte-sul em Porto Franco, a 700 km de São Luís.

Na BR-230 são três pontos de bloqueio, dois em Balsas e um em São Domingos do Azeitão, os caminhoneiros aguardam as negociações em Brasília, mas não dão prazo para encerrar o protesto.

Com a paralisação, os caminhões-tanque que saem de São Luís estão parados nos bloqueios da BR-230 (Foto: Reprodução/ TV Mirante)

Com a paralisação, os caminhões-tanque que saem de São Luís estão parados nos bloqueios da BR-230 (Foto: Reprodução/ TV Mirante)

O caminhoneiro Marco Grison que veio do Rio Grande do Sul para trabalhar na região maranhense, transporta soja de Balsas para o terminal de embarque da ferrovia norte-sul em Porto Franco e explica que com o preço atual do combustível em quase quatro reais faz com que 70% do que recebe com o frete seja gasto com o abastecimento. “Cada dia está mais difícil trabalhar, não aparece o lucro porque o caminhão consome tudo em óleo. Começou a paralisação e vamos ficar até o governo recuar e se não recuarem a greve vai continuar, a pressa para ir embora não existe mais, só queremos uma solução”, explica.

O caminhoneiro Saigon Medeiros que veio da Paraíba, afirma que existe uma grande diferença entre o que ganha com o frete e o que gasta com óleo diesel. “Eu gasto em torno de 1,600 reais de combustível, isso para nós irmos a fazenda e voltar para Porto Franco e o lucro que temos é de 800 ou até menos do que isso”, disse.

Fonte: G1 MA,

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com