gov
Feminicídios crescem no Maranhão durante o 1º semestre de 2020 – barradocorda.com – Ribamar Guimarães – “o bom maranhense”
Publicado em: 8 de julho de 2020 - 21:40

Feminicídios crescem no Maranhão durante o 1º semestre de 2020

A quantidade de feminicídios (mortes de mulheres por questões de gênero) cresceram no Maranhão no primeiro semestre de 2020, em comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados são da Secretaria de Segurança Pública (SSP-MA)

De janeiro a junho de 2020, 28 casos de feminicídio foram registrados em todo o estado. Em 2019, foram 25 mortes. Além disso, em julho deste ano, outros dois feminicídios já foram registrados. As ocorrências foram registradas em:

  • São Luís
  • São José de Ribamar
  • Paço do Lumiar
  • Imperatriz
  • Açailândia
  • Maracaçumé
  • Buriticupu
  • Coroatá
  • Gonzaga
  • Timbiras
  • Caxias
  • Lago da Pedra
  • Governador Edison Lobão
  • Itapecuru
  • Brejo
  • Pinheiro
  • Timon
  • Carolina
  • João Lisboa
  • Presidente Dutra
  • Palmerândia
  • Santa Inês, Santa Helena
  • São João do Paraíso

Casos

Em janeiro, o policial militar Carlos Eduardo foi preso após matar a própria esposa e um homem, que seria amante dela, no Condomínio Pacífico I, no bairro Vicente Fialho, em São Luís.

Segundo as testemunhas, Carlos Eduardo teria chegado mais cedo em casa e efetuado sete disparos contra os dois, que morreram na hora.

Carlos Eduardo e Bruna Lícia posavam juntos nas redes sociais — Foto: Reprodução/Instagram

Carlos Eduardo e Bruna Lícia posavam juntos nas redes sociais — Foto: Reprodução/Instagram

Meses depois, em junho, a empresária Graça Maria Pereira de Oliveira, de 57 anos, e a filha Talita de Oliveira Frizeiro, de 27 anos, foram mortas e colocadas dentro de um carro no bairro Quintas do Calhau, em São Luís.

Segundo a polícia, o mandante do crime foi o ex-marido de Graça Maria, que contratou um pedreiro para cometer o crime. Ele e o cúmplice foram presos.

Homicídios também crescem na Grande Ilha

Bruna Lícia, Diogo Adriano e Marcos Matheus foram vítimas da violência na Grande São Luís em 2020 — Foto: Montagem/G1/Arquivo pessoal

Bruna Lícia, Diogo Adriano e Marcos Matheus foram vítimas da violência na Grande São Luís em 2020 — Foto: Montagem/G1/Arquivo pessoal

A região da Grande Ilha (São Luís, São José de Ribamar, Paço do Lumiar e Raposa) teve aumento de homicídios no primeiro semestre de 2020, em comparação com o mesmo período do ano passado.

Ao todo, foram 147 mortes em 2020 e 133 em 2019 no primeiro semestre de cada ano. Dentre todos os meses de 2020, apenas em fevereiro o número de mortes foi menor do que em 2019.

Além disso, mesmo durante a pandemia do novo coronavírus e em pleno ‘lockdown’, maio foi o mês com mais assassinatos na Grande São Luís, com 31 mortes. Veja abaixo:

Homicídios na Grande São Luís

Fonte: Secretaria de Segurança Pública (SSP-MA))

Rafael Cardoso, G1 MA — São Luís

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar essas tags html: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Rádio

Enquete

Você é a favor do isolamento social em época do Coronavírus?

  • Sim (100%, 7 Votos)
  • Não (0%, 0 Votos)

Total de votantes: 7

Carregando ... Carregando ...

Facebook

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com