Ex-diretor da Câmara reforça suspeitas sobre Cunha, diz Janot

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, considerou que informações prestadas num depoimento de um ex-diretor de informática da Câmara à Operação Lava Jato “reforçam as suspeitas” sobre o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), no esquema de corrupção da Petrobras.

A afirmação consta de documento disponibilizado nesta sexta-feira (8), que descreve uma coleta de dados realizada na Câmara nesta semana como parte das investigações sobre o deputado.

A diligência contém depoimento de Luiz Antonio Souza da Eira, servidor demitido por ordem de Cunha após a revelação de dados de requerimentos da Câmara supostamente usados por ele para pressionar um empresário a pagar propina ao PMDB.

“As informações prestadas por Luiz Antonio Souza da Eira, a seu turno, reforçam as suspeitas de que os arquivos foram de autoria do deputado federal Eduardo Cunha e apenas inseridos no Sileg [Sistema de Informações Legislativas da Câmara] pela então deputada federal Solange Almeida”, afirmou o PGR.

No depoimento dado a três procuradores e um delegado da Polícia Federal no dia 28 de abril, Eira confirmou que dois requerimentos apresentados em 2011 pela ex-deputada Solange Almeida (PMDB-RJ), atual prefeita de Rio Bonito (RJ), tiveram seus arquivos eletrônicos originais criados a partir de uma “senha pessoal e intransferível” em nome do usuário “Dep. Eduardo Cunha”.

O servidor, diz, porém, que cabe à deputada explicar por qual motivo consta o nome do deputado no documento, posteriormente apresentado por ela na Câmara.

O depoimento de Eira foi realizado por causa da declaração do doleiro Alberto Youssef, que, em sua delação premiada, relatou que os requerimentos foram feitos para pressionar o empresário Júlio Camargo a continuar a pagar propina ao PMDB. Nos papéis, havia cobrança de explicações sobre um contrato celebrado entre a Mitsui, de Júlio Camargo, e a Petrobras.

Cunha e ex-deputada negam suspeitas
Desde que surgiram as suspeitas, Cunha nega que tenha elaborado os requerimentos, atribuindo sua autoria a Solange. Em depoimento, a ex-deputada negou ter atuado em favor de Cunha, mas que também não se lembrava do teor dos requerimentos e nem de seus desdobramentos após a apresentação.

Questionado sobre o depoimento de Eira, o advogado de Cunha, Antônio Fernando de Souza, diz que as informações prestadas pelo ex-diretor “não conduz a nada e não prova nada”. “O fato de estar registrado no gabinete dele não quer dizer nada”, afirmou.

“O Ministério Público está fazendo carnaval em cima de fato irrelevante. A senha dele pode ter sido usada, sim, mas não foi ele quem fez o requerimento. Muitas pessoas usavam o gabinete, outros deputados. Além disso tudo, esse fato é irrelevante porque o requerimento não tem consequência nenhuma. Tirar a conclusão é uma ilação, não tem fundamento. O MP não tem outros fatos para investigar e fica se agarrando em bobagem. Nós, defesa, estamos despreocupados porque não há nada nesse inquérito”, completou o advogado.

Em seu depoimento, Eira também conta que foi demitido por ordem de Cunha para “dar um exemplo para a Casa que não aceitaria vazamentos”, segundo lhe relatou o diretor-geral da Câmara, Sérgio Sampaio. O servidor, porém, explicou que os dados da Câmara que mostram o deputado como autor dos arquivos não foram vazados, mas estão na internet.

A defesa de Eduardo Cunha já protocolou pedido no Supremo para arquivar as investigações, apontando que as delações de Júlio Camargo e do ex-diretor Paulo Roberto Costa não corroboram as afirmações de Youssef sobre o deputado. O pedido ainda deve ser levado a julgamento pelo plenário, em data ainda não definida.

Fonte: Renan Ramalho e Mariana Oliveira Do G1 e da TV Globo, em Brasília

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com