Estudantes maranhenses participam do Parlamento Jovem Brasileiro

Três estudantes maranhenses irão participar da 12ª edição do Parlamento Jovem Brasileiro, que será realizado entre os dias 21 e 25 de setembro, na Câmara dos Deputados, em Brasília. Os estudantes buscam, juntamente com outros alunos do ensino médio do país, vivenciar a política na prática.

Pelo menos é o que pensa o estudante Leonardo Almeida. Ele, que é natural de São Luís, afirma que atualmente é necessário discutir sobre questionamentos ligados às questões políticas. De acordo com Leonardo, o jovem precisa entender sobre a política no Brasil. “Hoje o jovem tem que participar da política. O jovem hoje tem que entender, ele tem que saber o que está acontecendo em seu país”.

Para serem selecionados, os estudantes do Maranhão tiveram que passar em alguns testes locais para poder representar o estado na Câmara Federal, como por exemplo, desenvolver projetos de lei.

Como fez a estudante Geórgia Brito. Ela, que é da cidade de Bacabal, a 240 de São Luís, determinou a construção de berçários em escolas da rede pública de ensino. Geórgia optou por essa proposta porque acompanha a luta de mães que chegam até a desistir de estudar pra cuidar dos filhos. “Na minha escola teve vários casos de mães adolescentes que levavam os seus filhos para a escola. Então, a gente sentia aquela dificuldade do bebê chorar durante a aula e a mãe ficava preocupada em não adquirir tanto conhecimento quando planejado. O professor ficar bravo e ela tinha que sair. O banheiro não era adequado para trocar fralda, essas coisas”, explicou.

Durante uma semana em Brasília, os estudantes selecionados em todo o país vão simular a rotina dos trabalhos legislativos na Câmara dos Deputados. Só que eles não encaram a experiência apenas como uma simulação. A ideia deles é também transformar o sonho em realidade. O Bruno Noleto que vai sair de Paraibano, a 496 km de São Luís, diz que é possível sim ter uma política igualitária. “Mostrando sim que podemos fazer uma nova política, que nós podemos exercer sim um novo tipo de democracia na qual inclua todos. Então, é uma missão, é um projeto no qual exige responsabilidade e compromisso de todos nós”, finalizou.

Fonte: G1 MA

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com