Enem 2017 chega a 3,8 milhões de inscritos a quatro dias do fim do prazo

A quatro dias para o fim do prazo, 3,8 milhões de pessoas já haviam se inscrito para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017. De acordo com um balanço parcial divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), às 8h desta terça-feira (16) o sistema registrava 3.878.702 inscrições.

Os candidatos podem acessar o sistema até sexta-feira, dia 19 de maio, às 23h59. A taxa subiu para R$ 82 e o boleto precisa ser pago até 24 de maio. As inscrições ocorrem somente no site www.enem.inep.gov.br/participante.

No ano passado, foram 9,2 milhões de inscritos. Em 2015, o total foi de 8,4 milhões. Vale ressaltar que as inscrições só são consideradas confirmadas após o pagamento do boleto.

Para fazer a inscrição, você precisar saber:

  • qual o endereço de acesso
  • quais os documentos necessários
  • como definir sua senha
  • como pedir atendimento especializado
  • como e quem pode solicitar a isenção

Veja no VÍDEO ACIMA o passo a passo de como se inscrever ou siga as orientações detalhadas aqui.

Quem é isento da taxa de inscrição

Em três casos, os candidatos poderão ter isenção na taxa, ou seja, não precisarão pagar para realizar as provas: alunos do terceiro ano do ensino médio em escola pública; candidatos inscritos no CadÚnico e candidatos de famílias de baixa renda. Conheça as regras

Sistema de segurança

Neste ano, o sistema do Enem ganhou reforços de segurança para evitar furtos de senha. A partir deste ano, não será mais possível criar uma nova senha direto no próprio site, e o usuário receberá um alerta por e-mail quando sua senha for alterada. Entenda

Inscritos por estado

São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Bahia continuam sendo os estados com o maior número de inscritos. Veja quantos inscritos cada estado registrava no sistema do Enem às 19h da última segunda-feira (15):

  • Acre: 27.588 (0,8%)
  • Alagoas: 62.965 (1,7%)
  • Amazonas: 88.918 (2,4%)
  • Amapá: 24.796 (0,7%)
  • Bahia: 267.733 (7,3%)
  • Ceará: 228.091 (6,2%)
  • Distrito Federal: 76.111 (2,1%)
  • Espírito Santo: 75.473 (2,1%)
  • Goiás: 124.033 (3,4%)
  • Maranhão: 135.159 (3,7%)
  • Minas Gerais: 371.798 (10,2%)
  • Mato Grosso do Sul: 48.439 (1,3%)
  • Mato Grosso: 71.716 (2,0%)
  • Pará: 169.359 (4,6%)
  • Paraíba: 99.079 (2,7%)
  • Pernambuco: 213.463 (5,8%)
  • Piauí: 73.718 (2,0%)
  • Paraná: 154.314 (4,2%)
  • Rio de Janeiro: 263.245 (7,2%)
  • Rio Grande do Norte: 83.786 (2,3%)
  • Rondônia: 42.651 (1,2%)
  • Roraima: 10.968 (0,3%)
  • Rio Grande do Sul: 162.012 (4,4%)
  • Santa Catarina: 69.433 (1,9%)
  • Sergipe: 54.555 (1,5%)
  • São Paulo: 630.039 (17,2%)
  • Tocantins: 33.361 (0,9%)
  • Total: 3.662.803

Datas das provas

O Enem 2017 será realizado em dois domingos consecutivos: 5 e 12 de novembro. No ano passado, a prova foi aplicada em um fim de semana (sábado e domingo, 5 e 6 de novembro). A modificação integra uma lista de novidades divulgadas pelo Ministério da Educação (MEC).

No primeiro domingo, as questões serão de linguagens, ciências humanas e redação, com cinco horas e meia de prova; no segundo, de matemática e ciências da natureza, com quatro horas e meia de duração.

Data do resultado

Os resultados do Enem 2017 serão divulgados em 19 de janeiro de 2018. Os candidatos continuarão podendo acessar o resultado por área de conhecimento e o desempenho individual.

Outras novidades em relação a anos anteriores

Além das mudanças nas regras de isenção e na distribuição das provas, o Enem 2017 traz outras características diferentes em relação ao ano passado:

  • Cadernos de prova serão personalizados, com nome e número de inscrição na capa e cartão de respostas;
  • Não serão divulgados dados do Enem por escola;
  • Isentos do pagamento da inscrição que não comparecem perdem direito ao benefício no ano seguinte se a ausência não for justificada;
  • Enem não valerá como certificado do ensino médio;
  • Solicitação de tempo adicional para atendimento especial deve ser solicitada na inscrição;
  • MEC diz que estudantes recusaram, em consulta pública, possibilidade de fazer a prova no computador.
  • Fonte: G1
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com