Em panfleto a deputados, governo argumenta que votar Previdência não tira votos

BRASÍLIA — No esforço para votar ainda em dezembro a reforma da Previdência, o governo vai distribuir aos deputados um material mostrando que votar a proposta não tira votos. Com o mote “Votar certo, deu certo”, a ofensiva mira os parlamentares da base ainda relutantes em votar a matéria por medo de perderem votos nas eleições de 2018, quando boa parte deles tentará a reeleição à Câmara ou outros cargos eletivos.

“Vote a favor da reforma da Previdência. Foi o certo em 1998. É o certo a se fazer hoje”, diz a peça do governo, lembrando os parlamentares que a votação da Previdência no governo do então presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB ) ocorreu perto das eleições.

O material que O GLOBO teve acesso apresenta dados sobre os deputados que votaram a proposta no governo tucano. Segundo o documento elaborado pela equipe do presidente Michel Temer, 69% dos que votaram a favor do substitutivo do Senado à proposta naquele ano, que foi aprovada, conseguiram se reeleger, enquanto que, dos deputados que foram contrários à proposta naquele momento, apenas 50% se reelegeram.

Outro dado apresentado no panfleto é em relação à votação, no plenário da Câmara dos Deputados, da idade mínima por tempo de contribuição proposta por FH, também votada em 1998, mas rejeitada por apenas um voto. Segundo o governo, 72% dos deputados que votaram a favor desse ponto conseguiram renovar seus mandatos, enquanto só 50% dos parlamentares contrários se reelegeram deputados.

O panfleto que será entregue aos parlamentares não leva em conta, no entanto, as diferenças nos índices de popularidade dos presidentes Fernando Henrique Cardoso e Michel Temer e nem o fato de que, em 1998, o tucano concorreu à reeleição e venceu a corrida presidencial no primeiro turno.

Naquele ano, segundo pesquisa Ibope, FH era bem avaliado por 40% dos brasileiros, enquanto Temer amarga hoje índices ínfimos de popularidade, aprovado por apenas 5% dos brasileiros, de acordo com a última pesquisa Datafolha, realizada em 29 e 30 de novembro, ou 3%, segundo pesquisa Ibope realizada em setembro.

Documento cita taxa de reeleição dos deputados que votaram a favor de proposta em 1998 – Leticia Fernandes/Agência O Globo

Fonte: LETICIA FERNANDES do site https://oglobo.globo.com

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com