Cunha: ‘Fizemos nossa parte com toda a isenção possível’

BRASÍLIA — Ao fim da sessão que abriu processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), afirmou que não comemora o resultado porque o momento é sério e grave.

— Não estou feliz. Não acho que no momento que vai fazer abertura de processo de impedimento da presidente não é algo que tem que ser comemorado. Tudo isso é muito triste.

Cunha, que atuou fortemente pelo impeachment de Dilma, disse que os parlamentares fizeram sua parte e pediu agilidade ao Senado.

— Quanto mais tempo demorar, pior para o país. A máquina vai parar, o país vai parar a partir de amanhã. Fizemos nossa parte com toda a isenção possível — disse Cunha.

Ele criticou o que chamou de “feirão” feito pelo Palácio do Planalto em busca de votos para barrar o impeachment:

— Um feirão foi feito para comprar votos de qualquer maneira e se chegou ao fundo do poço.

Por : SIMONE IGLESIAS do site http://oglobo.globo.com/

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com