gov
Brasil supera 86 mil mortes por Covid-19 e média móvel bate recorde no país, segundo boletim das 20h – barradocorda.com – Ribamar Guimarães – “o bom maranhense”
Publicado em: 25 de julho de 2020 - 20:47

Brasil supera 86 mil mortes por Covid-19 e média móvel bate recorde no país, segundo boletim das 20h

O Brasil chegou aos 86.496 óbitos e 2.396.434 contaminações pela Covid-19, com 1.111 novos óbitos e 48.234 novas infecções desde as 20h de sexta-feira, de acordo com boletim das 20h deste sábado do consórcio de veículos de imprensa. A média móvel de mortes é a maior desde o início da pandemia no país, com 1.097 óbitos diários nos últimos sete dias. A variação é de 6% em relação às mortes registradas em 14 dias. Apenas  95 municípios do país  não têm casos da doença, número que representa menos de 2% do total de cidades brasileiras (5.570).

Os dados  são divulgados pelo consórcio de veículos de imprensa formado por O GLOBO, Extra, G1, Folha de S.Paulo, UOL e O Estado de S. Paulo, que reúne informações das secretarias estaduais de Saúde.

O boletim do Ministério da Saúde, divulgado na noite deste sábado, informa que o Brasil  tem 2.394.513 casos do novo coronavírus e 86.449 mortes. Nas últimas 24h, foram contabilizadas 51.147 pessoas infectadas com a doença e 1.211 óbitos. Ainda de acordo com os dados,  há 3.691 mortes em investigação e o total de recuperados  soma 1.617.480.

Mundo registra recorde diário de casos pela Covid-19, com mais de 284 mil infecções

A Organização Mundial de Saúde (OMS) registrou um aumento recorde nos casos do novo coronavírus em todo o mundo nesta sexta-feira (24), com 284.196 novas infecções em 24 horas.

Os países que mais registraram novos casos foram Estados Unidos, Brasil, Índia e África do Sul, de acordo com o relatório diário da entidade. Foram informadas 9.753 novas mortes pela doença, maior número diário de óbitos desde o recorde de 9.797 estabelecido em 30 de abril.

O recorde anterior de novos casos registrado pela OMS foi de 259.848 no dia 18 de julho. As mortes em julho têm sido, em média, de 5 mil por dia, uma elevação em relação à média diária de 4.600 óbitos em junho.

Covid-19 mata mais rapidamente pacientes em Roraima do que em Santa Catarina, mostra estudo

O tempo transcorrido tipicamente entre uma vítima brasileira do novo coronavírus manifestar os primeiros sintomas e morrer é de 15,2 dias, mas varia muito conforme o estado onde o paciente vive, podendo ir de 11 dias (em Roraima) a 17 dias (em Santa Catarina). Essa disparidade aparece em um estudo em andamento realizado por cientistas do Imperial College de Londres e da Universidade de Oxford, que analisou dados de pacientes internados em todo o Brasil.

Apesar de ainda ser difícil explicar os motivos específicos das diferenças entre os estados, o mapeamento ajudará epidemiologistas a entregarem projeções mais precisas sobre a doença no Brasil.

Fonte: https://oglobo.globo.com/

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar essas tags html: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Rádio

Enquete

Você é a favor do isolamento social em época do Coronavírus?

  • Sim (100%, 7 Votos)
  • Não (0%, 0 Votos)

Total de votantes: 7

Carregando ... Carregando ...

Facebook

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com