Aposta maranhense nas passarelas internacionais

Foto: Arquivo Pessoal.
O primeiro desfile foi aos 12 anos, um ensaio do que seria, no futuro, a carreira escolhida.  Hoje, a maranhense Scarllath Wanny Costa Lopes, 19 anos, desbravou as fronteiras da capital onde nasceu e foi trilhar seu caminho em Istambul, na Turquia, do outro lado do continente.
Adotou o nome artístico Scar Lopez e integra o casting de uma agência internacional fazendo desfiles em outros países. A jovem tem acumulado na bagagem uma vivência que muitos gostariam de ter. “Vou fechar minha primeira temporada internacional de três meses. É uma experiência incrível. Encontro algumas dificuldades, passo por apertos, mas também tenho ganhos imensuráveis”, diz. A convivência com novas culturas, costumes e valores é o que mais encanta Scar. Para ela, poder ter contato com pessoas tão diferentes do grupo social do qual fazia parte é o que traz enriquecimento e faz valer a pena cada dia longe dos familiares.
E foi em casa que a jovem teve o maior apoio para seguir a carreira de modelo. Incentivada pela minha mãe, Ana Lopez, 47 anos, ela pode amadurecer o sonho de criança. Iniciou com trabalhos em São Luís. Os convites para desfiles de marcas conceituadas logo surgiram e fizeram com que ela chegasse à agência que hoje lhe projeta para voos maiores. Por meio da We click e a Star fashion conseguiu a primeira oportunidade nas passarelas internacionais.
“Minhas agências trabalham com uma agência mundial e direcionam para as agências e país, de acordo com o nosso perfil”, explica. E este semestre é especial para a jovem. Ela vai experimentar sua primeira temporada internacional, por um período de três meses. “Conhecer gente, aprender outras línguas, outro estilo de vida. Para mim está sendo tudo incrível”.
No estrangeiro ela convive com brasileiros que trabalham no local, também enviados pela agência. “Vão aparecendo dificuldades, mas dá para contornar”, diz. Desfiles, holofotes, aplausos, luzes e cores, um mundo de magia que encanta a jovem pela diversidade e surpresas. “Cada dia eu faço um trabalho diferente, cada dia sou um personagem diferente. É mágico, estou adorando”. Quando perguntada sobre trabalhos que mais gostou, diz que todos são importantes e feitos com a mesma dignidade, honestidade, seriedade e dedicação. “Os internacionais são os que mais gosto atualmente”, confessa.
O dia a dia da jovem modelo é de castings e desfiles, sem muito tempo para fazer turismo, mas, para ela, um desafio agradável. “Desde o dia que cheguei até hoje não paro de trabalhar”, diz aos risos, mostrando que há mais prazer que desolação. Quanto a língua Turca não dominava e ainda não domina, mas diz que está aprendendo. Enquanto isso, o inglês é a língua falada entre os colegas de agência e profissão. Com a família e amigos, fala o bom português com apoio das redes sociais – todas que conhece. “Sinto muita saudade da minha família, da comida brasileira, da nossa cultura, dos amigos os quais deixei, mas, sei que esse é meu trabalho e tenho uma meta a cumprir qu é buscar o meu objetivo”. Scar não tem data para voltar ao Brasil, está apenas começando e quer viver essa fase com toda a intensidade.
“Sei que está tudo dando certo e isso me anima e estimula”. Para quem ficou estimulado com a sua história ela aconselha muita garra, determinação, independência e nunca pensar em desistir. “Ter consciência que nem tudo no mundo da moda é glamour. Ter muita honestidade e ter apoio de agência idôneas. E assim tudo dá certo”, conclui.
Projeção na filha
 Scarllath Wanny Costa Lopes e os pais

“Esse era um sonho que eu tinha, de seguir a carreira e hoje me sinto realizada por ver que ela se interessou e está conseguindo vencer”, confessa a mãe, Ana Lopez. Quando mais jovem Ana fez alguns trabalhos como modelo, mas, deixou a carreira para construir família. Casada com o operador de máquinas Paulo Lopez, 50, ela diz não se arrepender e quer que a filha alce voos maiores. “A saudade pela distância não é maior que a vontade de vê-la ter sucesso na carreira que escolheu”, afirma. Para matar esta saudade, as redes sociais têm sido o meio mais utilizado pela família. “Tínhamos uma convivência muito próxima. Por sermos apenas nós três, sentimos falta da companhia dela. Mas, vê-la realizando um sonho que também era meu me orgulha e enche de alegria”, diz a mãe coruja. Ana planeja para breve uma viagem com o marido para encontrar a filha e matar as saudades.

Fonte: Sandra Viana do O imparcial.com.br
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp

Barra Do Corda portal de notícias, tudo sobre a nossa cidade com:

Rapidez, Verácidade e Ética.

Não se esqueça de se inscrever para receber nossas notícias. Digite seu e-mail e saiba tudo sobre Barra do Corda a nossa cidade.

Informações

Chat
Enviar via WhatsApp
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com