gov
Alcoolismo na Adolescência – barradocorda.com – Ribamar Guimarães – “o bom maranhense”
Publicado em: 22 de novembro de 2016 - 15:14

Alcoolismo na Adolescência

O alcoolismo foi e continua sendo um grande problema de saúde pública e como qualquer outra droga, o álcool provoca alterações no sistema nervoso, modificando comportamentos, produzindo prazer momentâneo e tornando o usuário dependente. O consumo de drogas lícitas no cotidiano cultural das pessoas tem permeado o cenário de nosso convívio. Neste cenário, encontram-se os adolescentes participando deste consumo sem dar-se conta que o álcool é uma das drogas lícitas mais potentes consumida entre os jovens. Interessante salientar que o indivíduo, nesse caso o adolescente, necessita ser instrumentalizado e alertado para as conseqüências que o álcool provoca no organismo, se ingerido em excesso. O alcoolismo foi e continua sendo um grande problema de saúde pública e como qualquer outra droga, o álcool provoca alterações no sistema nervoso, modificando comportamentos, produzindo prazer momentâneo e tornando o usuário dependente. O consumo de drogas lícitas no cotidiano cultural das pessoas tem permeado o cenário de nosso convívio. Neste cenário, encontram-se os adolescentes participando deste consumo sem dar-se conta que o álcool é uma das drogas lícitas mais potentes consumida entre os jovens. Interessante salientar que o indivíduo, nesse caso o adolescente, necessita ser instrumentalizado e alertado para as conseqüências que o álcool provoca no organismo, se ingerido em excesso, pois, além dos acidentes de carro, espancamentos e outros, o álcool também provoca doenças. Nesse sentido, intervenções educativas se fazem necessárias de forma precoce, visando minimizar ou interromper esse processo de autodestruição.

O alcoolismo é definido como a ingestão de bebidas alcoólicas de forma continuada causando prejuízo emocional, social e físico ao indivíduo. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) é uma doença de natureza complexa, na qual o álcool atua como fator determinante sobre causas psicossomáticas preexistentes no indivíduo e o tratamento requer uma busca a processos profiláticos e terapêuticos de grande amplitude. O alcoolismo é uma doença que, não faz distinção de raça, sexo, cor, nacionalidade ou posição social. É um velho problema, tão velho como a história do mundo.

O amor e a unidade no seio de uma família que procura ter boas relações pode transformar-se na força motriz de um enfoque positivo e dinâmico da vida e de seus problemas; os filhos destas famílias aprendem que o consumo de álcool não é aceitável e que a superação das tensões da vida cotidiana é parte da experiência humana estando associada ao desenvolvimento e à maturidade pessoal.

O cigarro também, de certa forma, está associado à experiência de prazer, através da veiculação de publicidade, onde se conjuga o bem-estar, o bom lazer e o sucesso social. Um dos fatores mais importantes que contribuem para o uso de substâncias lícitas é a atitude da sociedade. Não se deve esquecer tampouco a desintegração do sistema de valores tradicionais, o desmoronamento da instituição do matrimônio e da vida familiar, a dependência pessoal excessiva do poder político e material como fonte de segurança. O consumo excessivo de álcool é característico de muitos grupos e indivíduos em todo o mundo.

A sociedade tem a responsabilidade de oferecer oportunidades para estimular e fomentar a criatividade e o trabalho útil devendo agir como coadjuvante para que haja menos substâncias disponíveis que levem à dependência para uso que não sejam médicos ou científicos. Os meios de informação deveriam oferecer programas de informação e de educação que ajudassem a prevenir o alcoolismo. Faz-se necessário aumentar o sentido de amor próprio e de dignidade da pessoa e a necessidade de educar os membros da família sobre o significado da vida e seu objetivo. A educação das crianças deve incluir não só a educação física e intelectual, mas também os aspectos espirituais da vida.

Estamos em tempo de atualizar nossos conceitos e partir da realidade de nossos alunos, pois a escola é um ambiente privilegiado para reflexão e formação de consciência, desse modo, nossos adolescentes poderão estar preparados para lidar com as diferentes situações em que se encontram, mantendo uma postura reflexiva sobre seus limites, nos momentos em que sentirem de adversidades.

Pense Nisso.

Barra do Corda, 13 de Novembro de 2016

Deixe um comentário

XHTML: Você pode usar essas tags html: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Rádio

Enquete

Você é a favor do isolamento social em época do Coronavírus?

  • Sim (100%, 7 Votos)
  • Não (0%, 0 Votos)

Total de votantes: 7

Carregando ... Carregando ...

Facebook

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com